Campo Grande do Piauí - PI

MP investiga prefeito Baiá por descaso com ambulâncias

A portaria nº 041/2019 foi assinada pela promotora de Justiça Romana Leite Vieira, no dia 11 de julho.

Wanessa Gommes
Teresina
20/07/2019 12h14

O Ministério Público do Estado do Piauí abriu procedimento administrativo para investigar descaso na administração pública no município de Campo Grande do Piauí, que tem como prefeito João Batista de Oliveira, mais conhecido como Baiá. A portaria nº 041/2019 foi assinada pela promotora de Justiça Romana Leite Vieira, no dia 11 de julho.

O objetivo é investigar possível descaso da administração municipal de Campo Grande do Piauí quanto à conservação e manutenção da sua frota de ambulâncias.

De acordo com a promotora, o órgão ministerial recebeu notícia acerca de um incêndio, ocorrido na BR-316, em uma ambulância do Município de Campo Grande do Piauí, enquanto transportava pacientes para o Hospital de Picos havendo a necessidade de apurar o caso.

Foi determinado o envio de ofício ao prefeito para que apresente resposta, no prazo de 10 dias, com remessa da documentação comprobatória, especificamente quanto ao que ocorreu com o veículo incendiado, bem como acerca da frota de ambulâncias do município e seus estados de conservação e manutenção.

Outro lado

O prefeito não foi localizado pelo GP1.