Miguel Leão - PI

MP investiga prefeito Robertinho por uso irregular de máquina do PAC

O prefeito Robertinho informou ao GP1 que está ciente da denúncia e que todas as informações já foram prestadas para a promotora Rita de Cássia.

Bárbara Rodrigues
Teresina
25/09/2018 06h11 - atualizado 06h12

A promotora Rita de Cássia, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou um Procedimento Preparatório e expediu uma recomendação ao prefeito de Miguel Leão, Roberto César de Arêa Leão Nascimento (PR), mais conhecido como Robertinho sobre o uso indevido de máquinas do PAC.

A promotora manifestou preocupação sobre denúncias de malversação do uso de máquinas que foram doadas pelo Governo Federal, por meio do PAC que estariam sendo usadas por uma empresa que pertence à família do prefeito, “as quais deveriam ser utilizadas unicamente para recuperar estradas vicinais e em outras obras de interesse social destinadas à promoção da agricultura familiar e da reforma agrária, mas também estariam sendo utilizadas em proveito particular dos gestores e de terceiros”.

  • Foto: Facebook/Roberto LeãoPrefeito de Miguel Leão, RobertinhoPrefeito de Miguel Leão, Robertinho

Além de abrir a investigação, a promotora expediu recomendação e pediu que sejam tomadas medidas para implantação de sistema de controle da utilização das máquinas do PAC doadas ao município pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, assim como a emissão de relatórios sobre a emissão de bens.

“A presente recomendação administrativa não esgota a atuação do Ministério Público Estadual sobre o tema, não excluindo futuras recomendações ou outras iniciativas com relação ao agente público supra mencionado ou qualquer outro, bem como com relação aos entes públicos com responsabilidade e competência no objeto”, informou. As portarias da investigação e da recomendação foram publicadas no Diário Oficial do MP do dia 21 de setembro.

Outro lado

O prefeito Robertinho informou ao GP1 que está ciente da denúncia e que todas as informações já foram prestadas para a promotora.

Mais conteúdo sobre: