Picos - PI

Mulher dá à luz na rua por falta de ambulância do Samu em Picos

Segundo informações do capitão Elias, o marido levava a esposa a pé para o hospital na madrugada desta quarta-feira (3) quando a bolsa rompeu e o bebê nasceu ali mesmo.

Débora Dayllin
Teresina
03/01/2018 18h43 - atualizado 22h34

Uma mulher, identificada como Ednalva Ivanilda de Moura, de 22 anos, deu à luz na madrugada desta quarta-feira (3), em uma calçada do bairro Bomba, devido a falta de ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na cidade de Picos, localizada a 306 km de Teresina.

Segundo informações do capitão Elias, da Polícia Militar de Picos, o marido de Ednalva, identificado como José Wellington de Sousa, levava a esposa a pé para o hospital na madrugada desta quarta-feira (3) quando a bolsa rompeu e o bebê, do sexo masculino, nasceu ali mesmo.

“O tenente Joel estava em ronda pela cidade, quando foi informado por um homem, que sua esposa estava dando à luz na rua, pois ele não tinha condições de pagar um táxi para levá-la até o hospital e já tinha ligado para o hospital da cidade que, naquele momento, não tinha ambulância, e para o Samu, que informou que a ambulância estava em outra ocorrência. Quando soube do fato, o tenente foi até o local, prestou os primeiros socorros à mulher com seu bebê e os levou dentro da viatura para o Hospital Regional Justino Luz”, relatou o capitão.

Ainda conforme o policial, a criança e a mãe passam bem.“Inclusive, o pai (José Wellington) procurou a guarnição para agradecer o serviço prestado a sua família. Vale ressaltar que todos os policiais militares passam pelo curso de primeiros socorros no curso de formação para poderem saber como agir nesses casos”, ressaltou.

Outro lado

Procurados na tarde desta quarta-feira (3), o Samu da cidade de Picos, bem como com a Secretária de Saúde do município, não foram localizados para comentar caso. O GP1 está aberto para esclarecimentos.

Mais conteúdo sobre: