Teresina - PI

Mulher é presa acusada de aplicar "boa noite Cinderela" em bares de Teresina

De acordo com a delegada Fernanda Paiva, a suspeita se apresentava como Patrícia durante as abordagens às vítimas em bares nas zonas sul e sudeste da Capital.

Brunno Suênio
Teresina
02/07/2020 12h25 - atualizado 12h41

A Delegacia de Crimes contra a Ordem Tributária, Econômica e Relações de Consumo – DECCOTERC – prendeu na manhã desta quinta-feira (02) uma mulher suspeita de aplicar o golpe conhecido como “boa noite Cinderela” para roubar vítimas em bares de Teresina. Na ocasião, foram cumpridos dois mandados de prisão temporária e um mandado de busca e apreensão. A investigação estava em curso há mais de 5 meses.

De acordo com a delegada Fernanda Paiva, a suspeita se apresentava como Patrícia durante as abordagens às vítimas em bares nas zonas sul e sudeste da Capital. “De acordo com relatos das vítimas, ela via o homem no bar, sentava na mesa com ele, colocava substância sonífera nas bebidas dos homens, o conhecido ‘boa noite Cinderela’, e as vítimas adormeciam na cadeira do bar. Nesse momento, ela subtraía os objetos das vítimas, carteiras, celulares, relógios, o que elas tivessem”, explicou.

  • Foto: Helio Alef/GP1Fernanda PaivaDelegada Fernanda Paiva

A delegada informou ainda que o filho da suspeita é apontado como a pessoa que dava apoio à ação criminosa. Contra ele, também foi cumprido um mandado de prisão temporária na própria delegacia, quando mãe e filho se dirigiram para prestar depoimento, sem saber que havia os mandados de prisão.

Outro inquérito, que apura condutas idênticas por parte dos dois, também foi instaurado pelo delegado Ricardo Moura, titular do 8º Distrito Policial. Ao saber da prisão, ele acabou dando cumprimento a mandados de prisões contra os alvos em razão das investigações no 8º DP.

A delegada Fernanda Paiva ressaltou que caso alguma pessoa reconheça a suspeita, basta procurar a DECCOTERC para denunciá-la.

Mais conteúdo sobre: