Política

Na casa de Ciro, Aras reafirma que é contra “excessos” da Lava Jato

O indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a Procuradoria Geral da República, Augusto Aras, participou de um jantar, na noite desta terça-feira (10), na casa do senador em Brasília.

Wanessa Gommes
Teresina
11/09/2019 17h25 - atualizado 17h25

O indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a Procuradoria Geral da República, Augusto Aras, participou de um jantar, na noite desta terça-feira (10), na casa do senador Ciro Nogueira, em Brasília, com a bancada Progressista. Na ocasião, Aras reafirmou que é contra “excessos” da Lava Jato.

Segundo o site O Antagonista, entre os participantes do jantar estavam o senador Vanderlan Cardoso e deputado federal Arthur Lira, líder do PP na Câmara, que em junho deste ano se tornou réu juntamente com Ciro, no Supremo Tribunal Federal, por organização criminosa.

  • Foto: GP1/Estadão ConteúdoCiro e Aras Ciro e Aras

Segundo Vanderlan, Aras voltou a dizer que é contra “excessos” da Operação Lava Jato. “Ele disse que é favorável à Lava Jato, mas que tem que coibir os excessos. Deixou bem claro que é a favor da Lava Jato, mas é contra os excessos cometidos”, relatou.

“Fiz uma avaliação positiva dele. Gostei muito dele, deu respostas firmes, se mostrou conhecedor”, acrescentou o senador ao site O Antagonista.

Aras e o PT

Já nesta quarta-feira (11), Augusto Aras se reuniu com senadores do PT. O líder da bancada petista, Humberto Costa, e o ex-governador da Bahia e senador Jaques Wagner, com quem Aras tem uma boa relação, participaram do encontro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Em périplo no Senado, Aras tem discurso bem recebido e evita imprensa

Escolha de Aras para PGR contraria Moro, MPF e apoiadores de Bolsonaro

Bolsonaro indica Augusto Aras ao cargo de procurador-geral da República

Senador Ciro Nogueira vira réu no STF por organização criminosa