Política

"Não acrescentou muito", diz Francisco Limma sobre audiência

A audiência teve a participação de vários representantes de sindicatos que pediram o fim do regime de urgência da proposta, para que houvesse mais tempo de discussão sobre as mudanças.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina
11/12/2019 14h24 - atualizado 14h25

O deputado estadual Francisco Limma (PT) afirmou nessa quarta-feira (11) que a audiência que discutiu sobre a PEC 03/2019 (Proposta de Emenda Constitucional) da reforma da Previdência, no Cine Teatro da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), não "acrescentou muito" e destacou que o governo tem dialogado com as categorias.

A audiência teve a participação de vários representantes de sindicatos que pediram o fim do regime de urgência da proposta, para que houvesse mais tempo de discussão sobre as mudanças que vão ser realizadas na Previdência.

  • Foto: Alef Leão/GP1Francisco LimmaFrancisco Limma

Francisco Limma disse que a audiência não acrescentou nada de novo, pois o governo já tinha recebido muitas das sugestões citadas. Ele destacou que o governo tratou com várias categorias de forma individualizada.

“Acho que foi tranquila [a audiência], não acrescentou muito ao que já tinha de sugestões, porque na verdade se optou por uma tática de diálogo com as categorias, de forma mais individualizada, então as sugestões que apareceram aí já era de conhecimento dos parlamentares, do relator”, afirmou.

O parlamentar afirmou que o governo recebeu essas sugestões e que algumas viraram emendas que ainda vão ser apreciadas pelos deputados estaduais em reunião que será realizada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

“Inclusive a partir dessas sugestões foram feitas proposições de emendas, dialogando com o relator e com o núcleo que cuida da reforma da previdência, que é comandado pelo governador Welington e o secretário Osmar”, destacou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sindicatos criticam Wellington Dias e mudanças na Previdência

Entenda as mudanças na Previdência apresentadas por Wellington Dias

"Governo não tem opção", diz Assis Carvalho sobre Previdência

Manifestantes entram em confronto com Polícia Militar na Alepi