Piauí

Número de queimadas deste ano já supera o do ano passado no Piauí

Segundo a major Najra Nunes do Corpo de Bombeiros, a situação é agravante devido a pandemia da covid-19.

Camilla Menezes
Teresina
13/08/2020 09h35 - atualizado 09h48

Durante o B-R-O BRÓ, período de estiagem que acontece no segundo semestre de cada ano, a incidência de queimadas é maior devido às vegetações e tempo secos. Contudo, antes do mês de setembro, quando o período se inicia, o número de queimadas já supera o do ano passado no Piauí.

Em entrevista ao GP1 nesta quinta-feira (13), a relações públicas do Corpo de Bombeiros do Piauí, major Najra Nunes disse que o número é preocupante devido a pandemia causada pelo novo coronavirus (covid-19).

“Essa época do ano mal começou o período de estiagem e o número de queimadas já tem aumentado bastante. Os números desse ano já superam os do ano passado, e é porque nem chegamos no B-R-O BRO que é quando tende a aumentar bem mais o número de queimadas”, informou Najra Nunes.

Com a pandemia, o aumento desse número é mais preocupante, visto que a fumaça dos fogos é prejudicial para a saúde. “Nesse ano temos um agravante que é a pandemia, e as queimadas liberam resíduos que são extremamente prejudiciais para vítimas de coronavírus. Além disso, as queimadas também trazem problemas respiratórios para quem não está com a covid-19, e ao procurarem tratamento médico em hospitais, se submetem a contrair o vírus”, disse a major.

A relações públicas do Corpo de bombeiros define a situação como “cultura de queimadas” e pede para que isso acabe. “Temos que acabar com essa culturas das queimadas, a cada ano que se pede aumenta ainda mais”, finalizou Najra.