Picos - PI

Padre Walmir recua e decide seguir lockdown decretado pelo governador

Ao contrário do último final de semana, o prefeito de Picos resolveu seguir o decreto baixado pelo governador Wellington Dias (PT) e mandou fechar o comércio.

José Maria Barros
Picos
24/07/2020 07h59 - atualizado 08h01

Diferente do final de semana passado, quando ignorou o decreto baixado pelo governador Wellington Dias (PT) com medidas restritivas e, permitiu a abertura de supermercados e outros estabelecimentos comerciais, o prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT) recuou. Agora ele decidiu seguir o lockdown e proibiu o funcionamento de várias atividades no sábado e domingo, dias 25 e 26 de julho.

Na sexta-feira passada, 17 de julho, o governador Wellington Dias (PT) decretou medidas mais restritivas para sábado, 18, e domingo, 19, com o objetivo de conter o avanço da covid-19 em todo o estado do Piauí.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Padre WalmirPadre Walmir

Porém, alegando que o decreto estadual fora publicado apenas na sexta-feira, sem tempo hábil para organização e o planejamento dos setores atingidos, o prefeito de Picos, Padre Walmir, optou por não seguir as medidas restritivas. A decisão causou uma verdadeira confusão e desinformação entre comerciantes e consumidores.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Supermercados serão fechadosSupermercados serão fechados

Nesta quinta-feira, 23, o governador decretou novo lockdown no final de semana e, dessa vez o prefeito Padre Walmir decidiu seguir as medidas restritivas. Em razão disso, no sábado, 25, e no domingo 26 de julho, estão proibidos de funcionar supermercados, feiras-livres e outros tipos de atividades.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Lojas não poderão funcionar neste final de semanaLojas não poderão funcionar neste final de semana

Decreto do governo

O governador Wellington Dias assinou nesta quinta-feira, 23, o decreto Nº 19.115, que dispõe sobre as medidas de isolamento social a serem aplicadas nos dias 25 e 26 de julho, com o objetivo de conter o avanço da covid-19 no estado. Desta forma, fica estabelecido que, a partir da zero hora do sábado, até às 24 horas do domingo, terão permissão para funcionar apenas alguns serviços.