Simplício Mendes - PI

Pai é acusado de estuprar e prostituir filha de 14 anos em Simplício Mendes

O responsável pelas investigações do caso, o gerente da Polícia Civil no Interior, delegado Marcelo Leal, informou que as investigações tiveram início, após os policiais receberem denúncias anônimas.

Davi Fernandes
Teresina
01/11/2019 17h48 - atualizado 18h16

A Polícia Civil do Estado do Piauí está investigando o caso de um pai que é acusado de estuprar sua própria filha de apenas 14 anos e ainda prostituir a adolescente para relações sexuais com outros homens no município de Simplício Mendes, no Sul do estado.

Em entrevista ao GP1, o responsável pelas investigações do caso, o gerente da Polícia Civil no Interior, delegado Marcelo Leal, informou que as investigações tiveram início, após os policiais receberem denúncias anônimas de que o pai da adolescente estaria abusando sexualmente dela e ainda prostituindo a filha com outros homens da cidade.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Delegado Marcelo LealDelegado Marcelo Leal

“Ele foi preso devido a um pedido do Ministério Público do Estado do Piauí e em seguida foi feito o procedimento de investigação, onde constatamos que as denúncias anônimas dão conta de que o suspeito estava tendo relações sexuais com a filha menor de idade”, informou.

Com as denúncias que chegaram ao delegado Marcelo Leal, um policial civil chegou a ser acusado de ter envolvimento no caso e participado dos abusos que a adolescente sofreu, mas a acusação foi descartada nas investigações. “Conseguimos constatar o fato e sobre um suposto envolvimento de um policial civil foi descartado na investigação, não foi comprovado nada nesse sentido”, ressaltou Marcelo Leal.

Após ser preso, o pai foi encaminhado para a penitenciária do município de São Raimundo Nonato.

Mais conteúdo sobre: