São Paulo - SP

Parte de SP volta a entrar em estado de atenção para alagamentos

Bairros da zona leste e da zona norte eram os mais afetados na tarde desta terça. 

Por  Estadão Conteúdo
12/03/2019 18h26 - atualizado 20h42

A capital paulista voltou a entrar em estado de atenção para alagamentos na tarde desta terça-feira, 12. Um temporal no dia anterior deixou pelo menos 13 mortosna cidade e na Grande São Paulo. Bairros da zona leste e da zona norte eram os mais afetados na tarde desta terça.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, o estado de atenção se refere às subprefeituras da Mooca, Aricanduva, Vila Maria, São Miguel Paulista, Itaim Paulista, Itaquera, Guaianases, Cidade Tiradentes, São Mateus, Ermelino Matarazzo e Penha (todas na zona leste), à subprefeitura de Santana, na zona norte, e à Marginal do Tietê.

Além dos bairros na zona leste e norte, também foram registradas pancadas de chuva nas regiões de Itapecerica da Serra, Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, e Mauá, na Região Metropolitana. Segundo a Defesa Civil, há risco de queda de granizo. O órgão orienta moradores a buscar abrigos e evitar áreas abertas.

O CGE indicou que as chuvas fortes desta terça foram formadas pelo calor e pela alta umidade. Nas primeiras horas da tarde, a temperatura subiu rapidamente e os termômetros do CGE chegaram a marcar 30,1°C. Os índices de umidade do ar ficaram acima dos 45%.

Riscos e transtornos

Na capital paulista, uma árvore caiu sobre um veículo com um ocupante na esquina da Avenida Nova Cantareira com a Leôncio de Magalhães, no Tucuruvi, zona norte da cidade. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

Segundo o Corpo de Bombeiros, de meia-noite até as 17h40 desta terça-feira, foram recebidos 49 relatos de quedas de árvores, 24 de alagamentos e 9 de desabamentos e desmoronamentos na Grande São Paulo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Temporal deixa ao menos 12 pessoas mortas em São Paulo

Fortes chuvas causam pelo menos cinco mortes na Grande São Paulo