Mundo

'Pergunta para o Trump', diz Bolsonaro após pergunta sobre deportados

Grupo de aproximadamente 50 brasileiros foi deportado dos Estados Unidos e desembarcou na noite da última sexta-feira, 24, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

Por  Estadão Conteúdo
26/01/2020 08h49

O presidente Jair Bolsonaro não respondeu à pergunta de jornalistas brasileiros sobre se teria conversado com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a respeito dos brasileiros que foram deportados com algemas nos pés e nas mãos.

"Pergunta para o Trump", limitou-se a responder ao sair do hotel em Nova Délhi quando partia para um compromisso no terceiro dia de sua missão presidencial à Índia.

No sábado, o presidente afirmou que lamentava o ocorrido, mas que era preciso respeitar as leis de outros nações.

"Em qualquer país, as suas leis têm de ser respeitadas. Em qualquer país do mundo onde pessoas estão lá de forma clandestina, é direito daquele chefe de Estado, usando da lei, devolver esses nacionais", afirmou.

Na noite da última sexta feira, 24, um grupo de aproximadamente 50 brasileiros deportados dos Estados Unidos desembarcou no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, vindo da cidade de El Paso, no Texas. Todos tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos, via fronteira com o México, foram detidos e estavam presos.

Mais conteúdo sobre: