Política

Personalidades piauienses recebem Medalha Centenário Alberto Silva

O evento foi realizado na nova sede do Tribunal Regional do Trabalho do Piauí (TRT-PI), na zona leste de Teresina.

Wanessa Gommes
Teresina
Davi Fernandes
Teresina
08/11/2018 20h28 - atualizado 20h35

Medalha da Ordem Estadual Centenário Alberto Tavares e Silva

Aconteceu, na noite desta quinta-feira (08), solenidade de entrega de Medalha da Ordem Estadual Centenário Alberto Tavares e Silva em homenagem ao centenário de nascimento do ex-governador do Piauí e ex-senador. O evento foi realizado na nova sede do Tribunal Regional do Trabalho do Piauí (TRT-PI), na zona leste de Teresina.

A honraria será concedida a 45 personalidades piauienses contemporâneas ao ex-governador, pessoas que trabalharam e fizeram parte da vida de Alberto Silva.

O governador Wellington Dias, que instituiu a medalha, destacou os momentos que esteve ao lado de Alberto Silva: “Eu tive o privilégio de viver variados momentos com Alberto, primeiro ainda muito jovem morando na região de Paes Landim, São Miguel do Fidalgo, Oeiras e ali o acompanhava como outros jovens, a inspiração que ele nos trazia de um Piauí grande, desenvolvido, ele tinha mais do que eleitores, tinha fãs e depois tive o privilégio de conhecê-lo como sindicalista onde tivemos importantes embates numa fase realmente muito dura e que queriam liquidar o Banco do Estado do Piauí e montamos uma barreira de resistência e ele teve um papel como governador”, lembrou.

Wellington também falou de como era sua relação com o ex-governador na política: “Depois na política, eu atuando no PT e ele no MDB, a gente mesmo trabalhando em campos opostos sempre tivemos respeito mútuo e isso cresceu já depois como governador, ele no parlamento foi um colaborador com o nosso governo”, afirmou.

“Olhando para trás é uma pessoa que não só realizou importantes obras no Piauí, mas estimulou o Piauí a pensar muito além, pensar como um lugar que tinha potencial e isso também me inspirou a acreditar, a ir à luta, trabalhar”, declarou Wellington.

Marcelo Castro, um dos homenageados, fez elogios ao ex-governador: “Alberto Silva foi o mais extraordinário, o mais revolucionário, o mais construtor da história do Piauí, ele fez uma revolução na sua administração, quando chegou aqui, na década de 70, que fez um governo que transformou completamente o Piauí para frente, entendo que o Alberto Silva é o homem do século XX, o maior de todos, ele tem rivais na política, mas na administração pública acho que ele não tem rivais”, enalteceu.

O presidente do TRT-PI, Giorgi Alan, falou sobre o ex-governador: “É uma homenagem a quem fez muito pelo Piauí, que amava a terra e provando isso fez muito pelo estado”, afirmou.

Homenageados

1. Academia Piauiense de Letras

2. Alcenor Barbosa de Almeida

3. Amadeu Campos de Carvalho Filho

4. Antônio de Pádua Franco Ramos

5. Antônio Fonseca dos Santos Neto

6. Antônio Luíz Cronemberger Sobral

7. Armando Madeira Basto – “Post Mortem”

8. Bertolino Marinho Madeira Campos

9. Cid de Castro Dias

10. Ciro Nogueira Lima – “Post Mortem”

11. Cláudia Cristina da Silva Fontineles

12. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí – CREA-PI

13. Constantino Pereira de Sousa – “Post Mortem”

14. Darcy Fontenelle de Araújo – “Post Mortem”

15. Elvira Mendes Raulino de Oliveira

16. Firmino da Silveira Soares Filho

17. Florisa de Mello Tavares Silva

18. Francílio Ribeiro de Almeida – “Post Mortem”

19. Francisco Tomaz Teixeira

20. Heitor Castelo Branco Filho

21. Iran Mendes do Nascimento

22. Jesus Elias Tajra

23. João Cláudio da Silva Moreno

24. João Henrique de Almeida Sousa

25. João Paulo dos Reis Velloso

26. João Tavares Silva Filho – “Post Mortem”

27. João Vicente de Macêdo Claudino

28. Joel da Silva Ribeiro

29. José Antenor Castro Neiva – “Post Mortem”

30. José de Arimatéia Azevedo

31. José Elias Tajra

32. Kenard Kruel Fagundes dos Santos

33. Lourival Sales Parente

34. Lucídio Portela Nunes – “Post Mortem”

35. Luiz Ayrton Santos

36. Manoel Lopes Veloso – “Post Mortem”

37. Marcelo Costa e Castro

38. Marco Antônio Ayres Corrêa Lima

39. Murilo Ferreira de Rezende

40. Norbelino Lira de Carvalho

41. Raimundo Wall Ferraz – “Post Mortem”

42. Romildo Macêdo Mafra

43. Severo Maria Eulálio – “Post Mortem”

44. Valdenor Pinheiro Silva

45. Zózimo Tavares Mendes

NOTÍCIAS RELACIONADAS

"Alberto Silva descobriu o Piauí para o Brasil", diz Tomaz Teixeira

Governo concede Medalha Centenário Alberto Silva nesta quinta