Brasil

PF busca mais dois por esquema de hackers de Moro e Deltan

Segunda etapa da operação Spoofing foi deflagrada nesta quinta, 19, em São Paulo, Ribeirão Preto e Brasília.

Por  Estadão Conteúdo
19/09/2019 11h30

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 19, a segunda fase da Operação Spoofing, que investiga a invasão de celulares de autoridades, entre eles o ministro da Justiça Sérgio Moro e os procuradores da Operação Lava Jato, inclusive Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa.

Cerca de 30 policiais federais participam das ações cumprindo dois mandados de prisão temporária e fazendo buscas e apreensões em quatro imóveis ligados aos investigados.

As ordens são cumpridas em São Paulo, Ribeirão Preto e Brasília.

A primeira etapa prendeu quatro investigados, entre eles Walter Delgatti Neto, o ‘Vermelho’ que confessou o hackeamento e o repasse das informações para o portal The Intercept, que tem divulgado diálogos atribuídos ao ex-juiz da Lava Jato e aos procuradores.

Além de ‘Vermelho’, a primeira fase da operação, realizada no fim de julho, prendeu Gustavo Henrique Elias Santos, Suellen Priscila de Oliveira e Danilo Cristiano Marques.