Piauí

Piauí é o estado que mais produz mel da região Nordeste, diz IBGE

A pesquisa do IBGE apontou que a produção do estado atingiu 5.024 toneladas em 2019, cerca de 200 toneladas a menos que no ano anterior.

Davi Fernandes
Teresina
16/10/2020 17h39 - atualizado 17h41

A Pesquisa da Pecuária 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada nesta sexta-feira (16) apontou que apesar da queda de 3,83% na produção de mel em 2019, o Piauí permaneceu como o maior produtor do Nordeste e o terceiro maior produtor de mel do país.

A produção do estado atingiu 5.024 toneladas em 2019, cerca de 200 toneladas a menos que no ano anterior. O Brasil produziu em 2019 um total de 45.980 toneladas de mel, um incremento de 3.602 toneladas a mais que no ano anterior, crescimento da ordem de 8,5%.

O estado com a maior produção foi o Paraná, com 7.228 toneladas, que representa 15,72% da produção nacional, seguido do Rio Grande do Sul, com 6.261 toneladas, cerca de 13,62% da produção, e do Piauí, com 5.024 toneladas, o equivalente a 10,93% da produção total do país.

Em uma série histórica, observamos que a produção do país saltou de 39.029 toneladas, em 2009, para cerca de 45.980 toneladas, em 2019, um aumento da ordem de 6.951 toneladas (17,8%). No mesmo período, no Piauí, a produção passou de 4.278 toneladas, em 2009, para cerca de 5.024 toneladas, e em 2019, um crescimento da ordem de 746 toneladas (17,4%).

A região Nordeste apresentou uma produção de 15.756 toneladas de mel em 2019, um incremento de 1.520 toneladas a mais que no ano anterior, com crescimento de 10,6%. A produção do Piauí representava 31,9% da região Nordeste, seguido da Bahia, com 25,02%, e do Ceará, com 16,99%.

Mais conteúdo sobre: