Economia e Negócios

Piauí tem 248 mil pessoas vivendo com até R$ 89 mensais, diz IBGE

Esse percentual sobre a baixa renda dos piauienses está sofrendo crescimento desde o ano de 2015, após alterações ocorridas entre 2012 e 2014.

Davi Fernandes
Teresina
16/11/2020 17h39 - atualizado 17h40

A pesquisa Síntese dos Indicadores Sociais (SIS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que cerca de 7,6% da população do Piauí vivia com rendimento domiciliar per capita de até R$ 89 em 2019, o que equivale a 248 mil pessoas. Esse percentual sobre a baixa renda dos piauienses está sofrendo crescimento desde o ano de 2015, após alterações ocorridas entre 2012 e 2014.

A dinâmica observada no Piauí segue a mesma tendência do Brasil. Segundo a pesquisa, cerca de 3,1% da população brasileira tinha rendimento domiciliar per capita mensal de até R$ 89, percentual que chegou ao menor patamar em 2014 (2,3%).

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1DinheiroDinheiro

Apesar da alta proporção verificada para o Piauí em 2019 (7,6%), o valor ainda se mantém menor que a média da região Nordeste (8,3%).

Também é possível observar movimentação semelhante para o Nordeste, cujo percentual caiu de 6% em 2012 para 4,3% em 2014. Com os constantes aumentos, o percentual alcançou o maior valor da série histórica em 2019.

Mais conteúdo sobre: