Polícia

PM fechou mais de 2 mil estabelecimentos durante o lockdown no Piauí

De acordo com o coronel Rodrigues, coordenador-geral de operações da PM, as ações ajudaram a obter êxito na taxa de isolamento social, que foi a maior do país.

Nayrana Meireles
Teresina
06/07/2020 21h05 - atualizado 21h05

Balanço divulgado pela Polícia Militar, na noite desta segunda-feira (06), aponta que foram fechados mais de 2 mil estabelecimentos no Piauí durante o lockdown, que aconteceu entre os dias 2 e 5 de julho.

De acordo com o coronel Rodrigues, coordenador-geral de operações da PM, as ações ajudaram a obter êxito na taxa de isolamento social, que foi a maior do país. “A PM-PI, através de nosso policiais militares da Capital e no interior, com seu policiamento ostensivo, rotineiro e fardado, fez com que obtivéssemos o primeiro lugar dentre os estados da federação e a capital Teresina também conseguiu o primeiro lugar no isolamento social em favor da qualidade de vida, isto é, da saúde das pessoas do nosso estado”, ressaltou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Coronel RodriguesCoronel Rodrigues

Ao todo 2.064 estabelecimentos foram fechados. Foram realizados 3.443 atendimentos, 19.457 pessoas foram abordadas e 13.236 veículos foram abordados. Além disso foram apreendidas 13 armas de fogo e 117 gramas de drogas apreendidas.

Ainda de acordo com a PM, também foram realizadas 102 prisões/apreensões, 32 veículos foram recuperados, foram realizadas 63 remoções de trânsito, 152 autos de prisão em flagrante e 100 TCOS lavrados, sendo 24 por perturbação do sossego e 53 por medidas sanitárias.

Mais conteúdo sobre: