Teresina - PI

Polícia apreende computador do acusado de assassinar Gabriel Brenno

A ação policial na casa do suspeito, foi realizada nesta manhã, pelo Grupo de Apoio Operacional (GAO), 1º Distrito Policial e pela Gerência de Polícia Metropolitana (GPM).

Davi Fernandes
Teresina
24/07/2019 17h03 - atualizado 17h21

A Polícia Civil realizou nesta quarta-feira (24) uma busca na residência de Deivid Ferreira de Sousa, suspeito de efetuar o disparo de arma de fogo que matou o estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, no Centro de Teresina. A casa do suspeito fica localizada no Parque Universitário, zona leste da capital.

A Central de Inquéritos de Teresina expediu nesta terça-feira (23), um mandado de prisão preventiva contra o suspeito. No momento, Deivid é considerado foragido. A ação policial na casa dele, foi realizada nesta manhã, pelo Grupo de Apoio Operacional (GAO), 1º Distrito Policial e pela Gerência de Polícia Metropolitana (GPM).

Em entrevista ao GP1, o coordenador do GAO, Joattan Gonçalves, informou que ao realizar as buscas no local, o acusado não foi encontrado e a polícia apreendeu um computador que ainda vai ser analisado pela perícia. Possivelmente no equipamento podem ter conversas que podem ajudar no inquérito policial.

“Realizamos as buscas por lá, dando apoio ao 1º DP e ao GPM e por lá conseguimos realizar o mandado de busca e apreensão, onde apreendemos um computador que vai ser analisado, pois pode ter algumas informações e conversas. O acusado ainda se encontra foragido e nós até recomendamos que ele se entregue, o crime chamou muita atenção e facilitaria para ele”, informou.

  • Foto: Arquivo PessoalGabriel BrennoGabriel Brenno

Imagens das câmeras de segurança

Imagens de câmeras de segurança, divulgadas nesta terça-feira (23), mostram o momento exato em que o estudante é baleado na cabeça no centro de Teresina. Por volta de 7h, Gabriel sai da pensão e ao fechar o portão do local é surpreendido com um tiro à queima-roupa, disparado por Deivid Ferreira de Sousa. Logo após alvejar a vítima, ele corre em direção ao carro, que está estacionado na Rua Quintino Bocaiuva.

Veículo utilizado no crime é localizado

Policiais do 1º Distrito Policial localizaram o veículo utilizado por Deivid. Informações obtidas pelo GP1 nesta segunda-feira (22) dão conta que o carro modelo Chevrolet Onix, de cor cinza chumbo, foi alugado pelo acusado alguns meses antes do crime e entregue no dia seguinte, na tarde da última quinta-feira (18). O carro foi localizado pelos investigadores em uma locadora situada no bairro Aeroporto, na zona norte de Teresina.

Através do veículo, a polícia confirmou a identificação do acusado. Os investigadores constataram que a pessoa que atirou em Gabriel Brenno foi a mesma que alugou e fez a devolução do veículo na locadora.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilDeivid Ferreira de SousaDeivid Ferreira de Sousa

Crime foi premeditado

Conforme os investigadores do 1º Distrito Policial, Deivid foi até a pensão, onde a vítima morava, no dia 1º de julho, tentou reservar um quarto dizendo que era técnico em radiologia e que, no dia 2 julho, ele voltou novamente, mas não conseguiu alugar o quarto.

Na manhã de segunda-feira (22), os policiais retornaram até a residência do acusado, localizada no Parque Universitário, zona leste de Teresina, no entanto, não foi possível entregar a intimação a Deivid.

Envolvimento com mulher casada

O GP1 teve acesso às mensagens trocadas por meio do WhatsApp entre o estudante Gabriel Brenno e a mulher casada com Deivid, principal suspeito de ter praticado o crime. Gabriel e a mulher se conheceram há cerca de cinco meses.

  • Foto: Divulgação/PC-PIMensagens trocadas entre Gabriel Brenno e mulher casadaMensagens trocadas entre Gabriel Brenno e mulher casada

A mulher, que seria o pivô do crime, já foi ouvida por policiais e confessou que teve um relacionamento com Gabriel. Segundo ela, os dois se conheceram no mês de fevereiro em uma academia localizada na Praça do Fripisa, centro de Teresina, que ela frequentava depois que deixava o trabalho, por volta do meio-dia.

Sepultamento de Gabriel

O sepultamento do estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira será realizado às 17h desta quarta-feira (24) no Cemitério Nossa Senhora de Nazaré, na cidade de Caxias-MA. O acusado do crime, Deivid Ferreira de Sousa, que é natural de Governador Eugênio Barros-MA, distante 124km da cidade de Gabriel, Caxias-MA, é considerado foragido da Justiça.

O estudante passou seis dias internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), desde a data do crime, e veio a falecer nessa terça-feira (23) por complicações decorrentes do ferimento da bala que comprometeu seu cérebro e acabou afetando órgãos importantes, como rins e pulmões.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sepultamento de Gabriel Brenno acontece na tarde de hoje em Caxias

Acusado de matar Gabriel Brenno pode ser preso ainda hoje, diz polícia

Justiça expede mandado de prisão contra acusado de matar Gabriel Brenno

Pai de Gabriel Brenno pede prisão de assassino e diz: "é muita dor"

Polícia conclui inquérito e diz que Gabriel Brenno foi morto por ciúmes

Vídeo mostra momento em que estudante Gabriel Brenno é baleado