Teresina - PI

Polícia Civil indicia mulher por maus-tratos a cachorros em Teresina

O inquérito foi concluído nesta quarta-feira (18) após o laudo cadavérico realizado pelo Centro de Zoonoses de Teresina.

Camilla Menezes
Teresina
18/11/2020 15h57 - atualizado 15h57

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, concluiu nesta quarta-feira (18) o inquérito policial de biocídio contra sete filhotes de cachorro, que foram mortos após serem expostos ao sol, no bairro Buenos Aires, na zona norte de Teresina. Uma mulher, que não teve o nome revelado, foi indiciada por maus-tratos, que resultaram na morte dos animais.

A Guarda Municipal de Teresina e a Polícia Ambiental constataram o crime no dia 20 de outubro, quando foram acionadas para atender a ocorrência na residência da acusada do crime.

Após uma investigação realizada pela Polícia Ambiental, com depoimentos de testemunhas do fato e vídeos gravados pelos vizinhos da acusada, a mulher recebeu um mandado de prisão preventiva contra ela, que foi cumprido pela Polícia Civil no dia 09 de novembro.

O inquérito foi concluído nesta quarta-feira após o laudo cadavérico realizado pelo Centro de Zoonoses de Teresina. No laudo, a causa da morte dos filhotes de cachorro é apontada por um colapso cardiorrespiratório, associado às lesões macroscópicas provocadas pelo calor e evidenciado pela presença de bolhas na pele. Assim, os peritos veterinários constataram como causa do óbito a hipertermia por calor externo.

A acusada pelo crime permanece presa. Após a conclusão do inquérito, a acusada foi indiciada pela morte dos filhotes, com base no art. 32§1º-A c/c com o art. 32§2º da Lei de Crimes Ambientais.

NOTÍCIA RELACIONADA

Polícia prende acusada de matar filhotes de cachorro em Teresina

Mais conteúdo sobre: