Teresina - PI

Polícia divulga nomes dos suspeitos de assassinar cabo Oliveira

Logo após o crime, foi iniciada uma caçada aos bandidos e três deles foram presos em flagrante delito e outros dois resistiram à ação policial, mas acabaram sendo neutralizados.

Brunno Suênio
Teresina
02/03/2020 07h55 - atualizado 08h12

Acusados de matar cabo da PM são presos em Teresina

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí divulgou as identificações dos suspeitos de assassinar o cabo da Polícia Militar do Piauí, Raimundo Alves de Oliveira, de 50 anos, quando a vítima chegava a sua residência no bairro Novo Horizonte, zona sudeste de Teresina nesse domingo (01).

De acordo com o comandante da Força Tarefa, major Audivam Nunes, os suspeitos abordaram o cabo Oliveira para cometer o assalto, mas ao perceberem que se tratava de um policial um dos bandidos atirou no PM na frente da filha.

Logo após o crime, foi iniciada uma caçada aos bandidos e três deles foram presos em flagrante delito e outros dois resistiram à ação policial, mas acabaram sendo neutralizados, são eles: Marcos Patrício Alves Moura, 21 anos, vulgo Godô, considerado foragido da Colônia Agrícola Major César. Ele respondia a 05 procedimentos criminais por receptação e roubo majorado, três deles quando ainda era menor de idade. O segundo homem, que também trocou tiros com a polícia e não resistiu, trata-se de Renato Azevedo dos Santos, 18 anos, vulgo Renatinho. Ele era também considerado foragido e tinha passagens por roubo a motocicletas e outros crimes.

Entenda o caso

Por volta de 5h desse domingo (01), o policial militar Raimundo Alves de Oliveira, de 50 anos, foi assassinado com três tiros na porta de casa, na Rua Natal, no bairro Novo Horizonte, zona sudeste de Teresina. Segundo informações repassadas para a PM, homens em um veículo modelo Fiat Siena, de cor prata, discutiram com Raimundo e efetuaram os disparos. A vítima morreu no local.

  • Foto: Arquivo PessoalRaimundo Alves de OliveiraRaimundo Alves de Oliveira

Daí então foram iniciadas várias diligências ao grupo até que se localizou o veículo modelo Siena, na Rua Azenha - Parque Universitário. Com isso foi efetuada a prisão de E.C.S., proprietário do veículo. A Diretoria de Inteligência da Polícia Militar do Piauí, em conjunto com a Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública, deu prosseguimento às buscas ao resto do grupo, que culminaram com as prisões de G.K.S.B. de 20 anos e M.E.P.S., esse útimo, responsável por dar suporte a quadrilha para guardar os materiais roubados, no Parque Universitário, onde também se localizava o quarto suspeito, identificado como Marcos Patrício Alves Moura, que recebeu força policial a tiros. Ele foi baleado e encaminhado ao HUT, onde acabou morrendo.

Já o quinto suspeito foi localizado na Vila Santa Bárbara com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar. Renato Azevedo dos Santos trocou tiros com a polícia, foi baleado e morreu no HUT.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Policial militar é morto com três tiros no bairro Novo Horizonte

Acusados de matar PM são presos após troca de tiros em Teresina