Castelo do Piauí - PI

Polícia faz buscas para prender assaltantes de bancos no Piauí

Os criminosos cercados estão em um matagal desde a madrugada desta quarta-feira (25).

LAURA MOURA
VITÓRIA VIVIAN
DE TERESINA
26/04/2018 10h04 - atualizado 10h47

Greco reúne armas e munições apreendidas em Castelo do Piauí

Equipes do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), da Polícia Militar e de outras regiões cercaram três assaltantes de bancos, desde a madrugada desta quarta-feira (25), no município de Castelo do Piauí. Os criminosos estão em um matagal após capotarem uma Hilux e trocarem tiros com a polícia

Conforme o delegado Willame Moraes, coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), os três indivíduos fazem parte de uma quadrilha especializada em assaltos à bancos e a carros-fortes do estado do Pernambuco.

“Essas pessoas estão cercadas desde a madrugada desta quarta-feira (26). Ao todo, são seis indivíduos que pertencem a essa quadrilha. Três homens já foram presos e os outros três estão cercados em Castelo do Piauí. Cinco deles são do estado do Pernambuco e um do Ceará. Todos eles já foram identificados”, informou.

Além dos três integrantes de quadrilha presos, foram apreendidas três armas longas. Os criminosos foram identificados como Tarcílio Barbosa Fonseca, Claudenor Morais de Lima, vulgo "Denor" e José Romildo Pinheiro Barbosa, vulgo "Galeguin".

A ação

O coronel Márcio Oliveira, coordenador geral de operações da PM, explicou toda a ação desencadeada desde a terça-feira (24) do grupo. “Antes de ontem (24), por volta das 14h, nós recebemos a informação por meio de populares, de que uma caminhonete branca S10, com quatro indivíduos em atitude suspeita estava circulando próximo as instituições financeiras da cidade. De imediato, uma equipe da Força Tática e do policiamento convencional da cidade iniciou as diligências na zona urbana para localizar o veículo. Por volta das 17h, foi localizada a caminhonete, então, foi feito um acompanhamento tático e, em um momento propício, o trancamento e a abordagem. Deste veículo, saíram dois indivíduos, mas ambos se evadiram. Além disso, foi constatado que a placa era fria e que o carro teria sido roubado em Pernambuco. Em seguida, nós recebemos a informação de que essa mesma caminhonete foi vista próximo a um galpão situado nas proximidades do posto da PRF em Campo Maior. Então, os PMs chegaram à delegacia local, fizeram um planejamento e, em seguida, realizaram um cerco no galpão onde foi preso um indivíduo, natural do município de Cabrobó, em Pernambuco, e constatado que ele pertence a uma quadrilha especializada em assaltos a instituições financeiras”, explicou.

Na manhã desta quarta-feira (25), os policiais rodoviários federais capturaram mais dois indivíduos da mesma quadrilha. “Durante o interrogatório, ele informou que tinha mais outros três homens e portando armas longas. A partir disso, nós acionamos o plano de contingência para ataques a quadrilhas na modalidade Novo Cangaço, equipes do BOPE e do policiamento do litoral meio-norte e fizemos barreiras perimetrais em regiões que fazem fronteira com o Ceará e, então, toda a região foi alertada. Eles tomaram um fiat uno, fizeram o condutor refém, e foram para juazeiro do Piauí. Lá, eles tomaram outro carro, uma estrada cabine dupla branca. Depois foram para Castelo do Piauí, roubaram um posto de gasolina e tomaram uma Hilux Preta. Seguiram a Buriti dos Montes e encontraram uma das nossas barreiras perimetrais e houve troca de tiros. Quando foi na manhã de ontem (25), por volta das 11h, a PRF, próximo ao galpão, prendeu mais dois indivíduos que foram identificados como integrantes dessa mesma quadrilha”, concluiu o coronel Márcio Oliveira.