Coronel José Dias - PI

Polícia identifica cinco mortos em acidente com caminhão na BR 020

Os corpos foram removidos durante a noite e encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento de São Raimundo Nonato.

Brunno Suênio
Teresina
11/09/2019 08h54 - atualizado 09h02

A Polícia Militar identificou as vítimas do trágico acidente que deixou cinco pessoas mortas na BR 020, no município de Coronel José Dias, na tarde dessa terça-feira (10). Elas estavam em um caminhão caçamba, carregado de pedras, que acabou tombando na descida de uma serra.

Segundo a PM, as vítimas foram identificadas como Francisco Assis de Lima Rosa, Anderson Vieira Batista, João Carlos Ferreira da Silva, Josuel da Silva Nascimento e Salem Pereira de Sousa, todos da cidade de Oeiras. Dois deles estavam na cabine do veículo e os demais na caçamba, juntamente com a carga, no momento em que ocorreu o acidente. Por conta da gravidade da situação, dois corpos chegaram a ficar debaixo das pedras e só foram removidos durante a noite e encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento de São Raimundo Nonato.

  • Foto: Divulgação/PMAcidente na BR 020Acidente na BR 020

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda chegou a ser acionado e quando chegou ao local constatou que todas as vítimas já estavam sem vida. A Polícia Rodoviária Federal também esteve no local.

Entenda o caso

Um caminhão caçamba carregado com pedras tombou na tarde desta terça-feira (10), por volta de 16h e matou cinco pessoas no mirante da serra da Capivara, na BR 020, na região de Coronel José Dias, distante 548 km de Teresina.

De acordo com o capitão Ivanaldo, comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar de São Raimundo Nonato, o acidente aconteceu em uma curva que existe no mirante da serra da Capivara. “Acreditamos que a caçamba deu um problema mecânico e o motorista não conseguiu parar o veículo antes de acontecer o acidente”, contou o capitão.

Os policiais tiveram bastante dificuldade para ter acesso aos corpos, que foram removidos por uma funerária, pois no município não há Instituto Médico Legal (IML) para realizar as remoções dos corpos.

NOTÍCIA RELACIONADA

Caminhão carregado com pedras tomba e mata cinco pessoas na BR 020