São José do Divino - PI

Prefeito Antônio Felícia morre com suspeita de Covid-19

O gestor que tinha 56 anos, passou mal nas primeiras horas de hoje e foi levado às pressas para Piracuruca.

Gil Sobreira
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
27/03/2020 07h46 - atualizado 09h58

O prefeito Antônio Nonato Lima Gomes (PT), mais conhecido como ‘Antônio Felícia’, do município de São José do Divino, faleceu na madrugada desta sexta-feira (27), após dar entrada no Hospital Dr. José Brito Magalhães, em Piracuruca, com suspeita de coronavírus (covid-19) .

Em entrevista ao GP1, o prefeito de Piracuruca, Dr. Raimundo, que também é médico, informou que foi procurado por telefone na quarta-feira (25) por Antônio Felícia, relatando que estava há dois dias com febre e sem outros sintomas.

  • Foto: Reprodução/FacebookAntônio FelíciaAntônio Felícia

“Eu perguntei: tem algum sinal de gripe, tosse, dor de garganta, coriza? Ele disse não, só febre. Eu falei para ele que era bom investigar, ir a Teresina fazer uma tomografia no pulmão para investigar, pois nós estamos no momento de uma pandemia viral. 'Eu recomendo que você vá a Teresina'. Ele não foi. Hoje, 2h da manhã, ele deu entrada no Pronto-Socorro de Piracuruca em franca dispneia, falta de ar intensa, e saturação de 40% de oxigênio”, explicou.

Dr. Raimundo disse ainda que minutos após dar entrada na unidade de saúde, Antônio Felícia não resistiu e acabou morrendo, rapidamente. “Foi feita a entubação, quando mal terminou o procedimento ele já estava em óbito”, pontuou.

O prefeito de Piracuruca recomendou quarentena por 14 dias às pessoas que tiveram contato com Antônio Felícia, a fim de monitorar algum tipo de sintoma e, dessa forma, poder acompanhar melhor a doença, caso seja positivo.

O corpo foi liberado por volta das 08 horas, sendo levado a São José do Divino em um caixão lacrado, que não pôde ser aberto, sendo sepultado em seguida.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sesapi adia reunião sobre repasse de verba para combate ao coronavírus

Wellington Dias pede apoio do Exército no combate ao coronavírus