Conceição do Canindé - PI

Prefeito de Conceição do Canindé é flagrado em festa durante pandemia

Procurado pelo GP1, o prefeito Mirim negou que tenha realizado a festa e alegou que o caseiro do sítio que emprestou sua piscina para alguns amigos.

Andressa Martins
Teresina
24/06/2020 08h59 - atualizado 10h59

O GP1 recebeu denúncia de que o prefeito Alcimiro Pinheiro da Costa, conhecido popularmente como Mirim, do município de Conceição do Canindé, estaria desobedecendo o próprio decreto municipal de isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) e realizando festas particulares em seu sítio, distante cerca de 4 quilômetros da zona urbana.

Conforme a denunciante, que não quis ser identificada, a festa foi regada a bebida alcoólica e além de aglomerar várias pessoas sem proteção individual. A confraternização teria acontecido no último domingo (21).

“Essa festa aconteceu aqui ontem, no sítio dele. O sítio não estava sendo usado, já que a piscina está com problema. Esse sítio fica distante uns 4 quilômetros da cidade", disse.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppPrefeito Mirim durante festa no sítioPrefeito Mirim durante festa no sítio

O GP1 teve acesso ainda a um áudio de um enfermeiro do município, que questionou a atitude do prefeito durante a pandemia. "Qual a moral que vamos ter em chegar na casa do cidadão e pedir para ele ficar em casa, pra quando sair usar máscara. Qual a moral que vamos ter quando chegar na casa de uma pessoa que chegou de São Paulo ou qualquer lugar que seja e pedir 14 dias de isolamento? Sinceramente dá vontade de não fazer mais nada com relação à covid aqui em Conceição”, declarou.

Outro lado

Procurado pelo GP1, o prefeito Mirim negou que tenha realizado a festa e alegou que o caseiro do sítio que emprestou sua piscina para alguns amigos. O prefeito disse que passou dez minutos no local e foi embora.

“Eu não fiz festa. Lá o morador tem o costume de emprestar minha piscina para pessoas amigas dele. Todo domingo eu vou nessa roça. Todo domingo eu vou. Tinha umas pessoas amigas lá que me chamaram e eu fui. Foi traição o que fizeram comigo. Passei dez minutos e vim embora. Nem festa mais eu faço lá, faz muito tempo. Aí de vez em quando uma pessoa amiga do morador pede. Uma pessoa irresponsável tirou essa foto aí, mas nem fiz festa e nem faço festa”, afirmou.

Mirim atribuiu ainda à oposição a divulgacão das fotos com fins eleitoreiros. "Oposição fraca. Não tem voto e fica fazendo esse tipo de coisa para prejudicar o candidato. Lá realmente é meu, mas foi o morador que deu a essas pessoas amigas dele. Todos os domingos a tarde eu estou lá. Estou chateado, mas eu não fiz festa e não faço festa”, finalizou.