Eleições 2020

Presidente do TRE-PI José James pede voto consciente neste domingo

Este ano ficou determinado que o horário das 7h até as 10h será preferencialmente para pessoas acima de 60 anos.

Nathalia Carvalho
Teresina
14/11/2020 18h04 - atualizado 18h09

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), desembargador José James Gomes Pereira, fez um pedido para que os eleitores votem de forma consciente nestas eleições e que respeitem as orientações preventivas relacionadas à covid-19.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente do TRE destacou que foram adotadas todas as medidas sanitárias para a votação que ocorre neste domingo (14) nos 224 municípios piauienses.

"Peço a todos que compareçam às urnas e votem de forma livre e consciente. A sua presença é fundamental para o fortalecimento da democracia. O pleito deste ano será diferente. Diante do enfrentamento à pandemia da covid-19, a Justiça Eleitoral do Piauí, através de magistrados, servidores, mesários, terceirizados e estagiaríamos, trabalharam com afinco para que nesse dia os eleitores possam escolher seus representantes, de forma livre, consciente e segura. Foram tomadas uma série de providências para garantir e proteger a saúde de cada eleitor", disse.

Este ano ficou determinado que o horário das 7h até às 10h será preferencialmente para pessoas acima de 60 anos, por conta da pandemia, pessoas abaixo dessa faixa etária não serão impedidas de votar dentro desse período, mas terão que respeitar a ordem preferencial devendo ir para o fim da fila.

"Se protejam, saiam de casa usando máscara, não façam e evitem aglomerações em torno das seções eleitorais e respeite o distanciamento social nas filas. No domingo, recomendamos que os cidadãos se antecipem e não deixem para a última hora o cumprimento do dever cívico. Se você tem 60 anos ou mais, prefira votar das 7h às 10h. Busquem os locais de votação munidos de um documento de identificação com foto, título de eleitor ou e-título. Caso vá com alguma propaganda, esta deve ser silenciosa e individual, sem aglomerações ou padronização de vestuário", reforçou o desembargador.