Aroeiras do Itaim - PI

Presidente do TRE vai decidir sobre cassação de Wesley Gonçalves

Julgamento do recurso interposto pela defesa foi suspenso na última sexta- feira, 31 de janeiro, quando estava empatado em 3 a 3.

José Maria Barros
Picos
05/02/2020 14h59 - atualizado 15h01

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, vai proferir o voto de minerva no julgamento do recurso interposto pelas defesas do prefeito de Aroeiras do Itaim, Wesley Gonçalves de Deus (PTB) e do vice Edilson Rodrigues Teixeira (PT), contra sentença que cassou seus mandatos.

O julgamento foi suspenso pela segunda vez na última sexta-feira, 31 de janeiro, quando estava empatado em 3 a 3, em face do pedido de vista formulado pelo presidente da corte, desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, que proferirá o voto de desempate.

Na sessão da última sexta-feira, 31, o juiz Antônio Soares dos Santos votou pelo provimento do recurso, acompanhando o entendimento do relator, juiz Astrogildo Mendes de Assunção e do desembargador Olímpio José Passos Galvão. Em seguida, os juízes Thiago Mendes de Almeida Ferrer e Aderson Antônio de Brito Nogueira, acompanharam o voto divergente do juiz federal Daniel Rocha Santos Costa, que votou pelo desprovimento do apelo.

Com o placar empatado em 3 a 3, o presidente do TRE-PI, desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, que proferirá o voto de desempate, pediu vista e o julgamento foi suspenso mais uma vez.

Entenda o caso

Acusados de captação ilícita de sufrágio, a popular compra de votos, e de abuso do poder, o prefeito de Aroeiras do Itaim, Wesley Gonçalves de Deus (PTB) e o seu vice, Edilson Rodrigues Teixeira (PT), tiveram os mandatos cassados no dia 12 de abril do ano passado. A decisão é do juiz da 10ª Zona Eleitoral, com sede em Picos, Fabrício Paulo Cysne de Novaes. A sentença foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico, edição de 16 de abril de 2019.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

TRE retoma julgamento de recurso contra cassação de Wesley Gonçalves

MP recomenda ao prefeito Wesley Gonçalves exoneração de servidores

TRE vai julgar recurso contra cassação do prefeito Wesley Gonçalves

Mais conteúdo sobre: