Polícia

PRF apreendeu mais de R$ 10 milhões em cigarros em 2019 no Piauí

De acordo com o inspetor Alexsandro, da PRF, esse valor daria para comprar 336 carros populares novos ou 69 casas no valor de R$ 150 mil.

Victória Xavier
Teresina
02/12/2019 20h12 - atualizado 20h36

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou nesta segunda-feira (2), a apreensão recorde de 1.443.430 maços de cigarro durante todo o ano de 2019 no Piauí. A PRF estipula que a quantidade de cigarros apreendidos equivale a mais de R$ 10 milhões.

De acordo com o inspetor Alexsandro, da PRF, esse valor daria para comprar 336 carros populares novos ou 69 casas no valor de R$ 150 mil. “Considerando que o maço de cigarro fabricado no Brasil custa em média R$ 7,00”, contou o inspetor.

  • Foto: Divulgação/PRFCigarros apreendidos pela PRFCigarros apreendidos pela PRF

Ainda segundo informações do inspetor Alexsandro, geralmente os cigarros são contrabandeados do Paraguai. “Os cigarros são destinados para os centros de distribuições das cidades de São Paulo, Piauí, Ceará, João Pessoa e Recife”, detalhou o inspetor Alexsandro.

Em relação ao número de pessoas detidas também houve um aumento. Em 2018, somente três pessoas foram detidas, já em 2019 foram detidas 13 pessoas. “Estamos percebendo que muitos criminosos que antes cometiam o crime de tráfico de entorpecentes migraram para o crime de contrabando de cigarros ,pois as penas são mais brandas”, explicou o inspetor.

A PRF acredita que a intensificação do trabalho de fiscalização em rondas ostensivas tem ajudado a instituição lograr êxito nas apreensões.