Brasil

PRF inicia a Operação Nossa Senhora Aparecida nas rodovias do Piauí

A operação teve início às 00h desta sexta-feira (09) e será finalizada às 23h59 de segunda-feira (12).

Camilla Menezes
Teresina
09/10/2020 10h41 - atualizado 10h42

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu início às 00h desta sexta-feira (09) à operação Nossa Senhora Aparecida 2020, em todo o Brasil. A operação será finalizada às 23h59 de segunda-feira (12) e a expectativa é de que 16 mil veículos saiam da capital Teresina para diversos destinos do estado do Piauí, e para fora dele, acessando as BRs 343 e 316.

A operação tem como objetivo promover o monitoramento dos indicadores de acidentalidade e criminalidade, assim como, o direcionamento efetivo no policiamento ostensivo e preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, para garantir segurança e fluidez aos usuários das rodovias.

  • Foto: Divulgação/ PRFRestrição de tráfego para a operação Nossa Senhora AparecidaRestrição de tráfego para a operação Nossa Senhora Aparecida

Os policiais rodoviários também monitorarão as vias urbanas e os corredores de tráfego típico de feriados, com grande fluxo de veículos. O pico de movimento na saída para o feriado deve se concentrar entre o fim da tarde e o início da noite desta sexta-feira, e na manhã de sábado (10). O retorno dos veículos deverá ter um fluxo maior durante a tarde e a noite de segunda-feira, podendo se estender até terça-feira (13), sendo mais acentuado nas rodovias que dão acesso ao litoral piauiense.

A operação Nossa Senhora Aparecida contará com restrições no tráfego. Os veículos de carga com dimensões ou pesos excedentes, estarão impedidos de transitar em trechos de pista simples das 16h às 22h de sexta-feira, das 6h às 12h da manhã de sábado, e das 16h às 22h de segunda-feira.

Os policiais dão algumas orientações para as viagens, visando evitar o risco de acidentes. Os condutores dos veículos deverão respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos demais veículos, ultrapassar apenas quando houver condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito.

Além disso, os policiais também orientam para que os condutores façam uma revisão preventiva do veículo, evitem viajar nos horários de pico, liguem o pisca-alerta em eventuais paradas no acostamento, e as realizem somente em casos de emergência, usem o cinto de segurança e a cadeirinha de criança, e liguem para o número 191 em casos de focos de incêndio às margens das rodovias.

Os resultados operacionais serão realizados após a divulgação a nível nacional, pelo Departamento de Polícia Rodoviária Federal da cidade de Brasília.