Piauí

Projeto na Alepi quer campanha em órgãos públicos sobre assédio

O objetivo é fazer que o governo realize campanha educativa sobre o combate ao assédio sexual e à cultura do estupro.

Bárbara Rodrigues
Teresina
29/05/2019 07h59 - atualizado 08h08

Projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) quer a divulgação de campanha para o combate ao assédio sexual e à cultura do estupro na Administração Pública do Estado do Piauí.

A proposta é de autoria da deputada Flora Izabel (PT), mas também foi assinada por outros deputados estaduais. O objetivo é fazer que o governo realize campanha educativa sobre o combate ao assédio sexual e à cultura do estupro, e que sejam fixados cartazes sobre o assunto, incentivando as vítimas a denunciarem.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Flora IzabelFlora Izabel

“Apresento a presente proposição para que toda a administração pública do Estado do Piauí faça campanhas efetivas de combate a essas práticas, divulgando que são crimes no Código Penal e que é um direito de qualquer pessoa denunciar isso”, explicou a deputada Flora Izabel em sua justificativa.

A proposta irá tramitar nas comissões técnicas da Assembleia Legislativa e sendo aprovada, seguirá para votação no plenário e se for aprovada, vai ser encaminhada para o governador Wellington Dias (PT) decidir se vai sancionar.