Buriti dos Lopes - PI

Promotora quer convenções virtuais em Buriti dos Lopes e Caxingó

Na recomendação a promotora Francineide de Sousa fez várias orientações aos partidos políticos, entre elas está a realização de convenções virtuais.

Bárbara Rodrigues
Teresina
27/08/2020 08h37 - atualizado 08h37

A promotora Francineide de Sousa Silva, do Ministério Público, expediu uma recomendação no dia 19 de agosto, onde alerta os partidos políticos de Buriti dos Lopes, Caxingó, Caraúbas do Piauí e Bom Princípio do Piauí sobre as medidas que devem ser adotadas antes das eleições deste ano.

Na recomendação a promotora fez várias orientações aos partidos políticos, entre elas está a realização de convenções virtuais com o objetivo de evitar qualquer tipo de aglomeração enquanto o estado enfrenta a pandemia do novo coronavírus.

  • Foto: Alef Helio/GP1Ministério Público do Estado do PiauíMinistério Público do Estado do Piauí

“Em razão da atual pandemia de covid-19, para evitar aglomerações, realizem convenções virtuais, bem como observem as diretrizes para sua realização fixadas pelo Grupo de Trabalho do TSE”, destacou a promotora.

Ela ainda pediu que antes da convenção os partidos: formem suas listas de candidatos a vereador com no mínimo 30% do gênero minoritário, que diante da vedação de coligações proporcionais, escolham em convenção candidatos até o máximo de 150% das vagas a preencher e que não admitam a escolha e registro, na lista de candidatos a vereador, de servidores públicos, civis ou militares, apenas com o objetivo de usufruir de licença remunerada nos 3 meses anteriores à eleição, entre outras coisas.

“Observem o preenchimento de no mínimo 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada gênero, mantendo estas porcentagens durante todo o processo eleitoral, mesmo no caso de preenchimento de vagas remanescentes ou de substituições, sob pena de indeferimento ou cassação de todos os candidatos do respectivo partido”, explicou a promotora.