Teresina - PI

PROS oficializa candidatura de Fábio Sérvio à Prefeitura de Teresina

Em entrevista a GP1 Fábio Sérvio declarou que “estudou” os problemas de Teresina e que está preparado para “dizer o que precisa ser dito”.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
14/09/2020 11h57 - atualizado 11h59

Convenção do PROS em Teresina

O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) realizou convenção na manhã desta segunda-feira (14) homologando a candidatura do empresário Fábio Sérvio a prefeito de Teresina. O evento aconteceu na sede do Pros, no bairro Ilhotas, região Centro-Sul de Teresina.

O candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pro Fábio Sérvio é Raoli Soares, também filiado ao partido. A sigla lançou ainda 25 candidatos a vereador. Dentre os nomes está a irmã do cantor Frank Aguiar e presidente estadual da sigla, Marilene Aguiar, e o educador físico Demóstenes Ribeiro.

Preparado

Em entrevista a GP1 Fábio Sérvio declarou que “estudou” os problemas de Teresina e que está preparado para “dizer o que precisa ser dito”. Sérvio disse ainda que vai lutar pela renovação política na capital.

“Aos adversários, se preparem para encontrar um candidato preparado, com coragem, que estudou Teresina a fundo, que sabe como funciona a política do estado do Piauí, que não vai ter receio de dizer o que precisa ser dito, com muito respeito aos teresinenses e que vem com muita vontade de conseguir incentivar novas pessoas a entrarem em um processo político para que a gente consiga renovar a política do estado do Piauí”, declarou.

Vice

Sérvio afirmou ainda que a escolha do vice se deu após inúmeras pesquisas. Conforme o candidato, os jovens da capital não se veem representados pela gestão do prefeito Firmino Filho e nem por outros candidatos.

“O vice é um jovem de 33 anos de idade, empreendedor, da área de tecnologia e administração e que vem para mostra que tem alternativa sim e que tem gente nova querendo mudar a política de Teresina. É o Raoli Soares”, continuou.

Candidatos a vereador

Fábio Sérvio disse ainda que o partido foi vítima de perseguição e acabou diminuindo o número de candidatos a vereador. A candidata a vereadora, Marilene Aguiar, destacou que a sigla vai lançar 25 nomes para disputar uma vaga na Câmara Municipal.

“Hoje estamos colocando 25 nomes. Fomos muito perseguidos. Tiraram pessoas de última hora e a gente está tranquilo em relação a isso. Temos nomes bons, competitivos. Entendemos que a quantidade é importante, mas a qualidade é o que vai somar”, destacou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fábio Sérvio mantém pré-candidatura à Prefeitura de Teresina

Marilene Aguiar reforça estratégias do PROS para eleições municipais