Teresina - PI

PRTB deve desembarcar do Governo Wellington Dias

A estratégia seguiria tendência nacional, uma vez que, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) escolheu como vice, o general Mourão, que é dos quadros do PRTB.

Germana Chaves
Teresina
08/08/2018 08h47 - atualizado 13h14

Tem circulado com desenvoltura nos bastidores da política, a possibilidade de o PRTB piauiense, presidido pelo deputado estadual Fernando Monteiro, vir a desembarcar do Governo Wellington Dias (PT), assim como fizeram o PTC e o PRB. Se a ruptura se concretizar a tendência é que o partido se alie ao PSL, que no Estado, é liderado pelo candidato a governador Fábio Sérvio.

A estratégia seguiria tendência nacional, uma vez que, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) escolheu como vice, o general Mourão, que é dos quadros do PRTB. Paralelo a isso, ainda seria viabilizada a formação da chapinha proporcional que facilitaria a eleição de deputados federal e estadual.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Fernando MonteiroFernando Monteiro

Do lado do Governo, Fernando Monteiro não conseguiu viabilizar a estratégia e teve que se incorporar ao chamado chapão, que une todos os partidos governistas em um só grupo.

Aliado a isso, o presidente nacional do PRTB, Levi Fidelix já colocou como prioridade a eleição de um deputado federal do próprio partido para atender a cláusula de barreira e garantir a sobrevivência da legenda.

O GP1 chegou a conversar com Fernando Monteiro em outra oportunidade, mas, ele descartou qualquer possibilidade de intervenção local.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fernando Monteiro nega intervenção nacional no PRTB do Piauí

PRTB pode sofrer intervenção da Executiva Nacional caso integre chapã

MAIS NA WEB