Política

PT processa Luciano Huck após participação no Domingão do Faustão

A representação foi assinada pelo deputado federal Paulo Pimenta e o senador Lindbergh Farias é em decorrência das declarações dadas pelo apresentador Luciano Huck.

Bárbara Rodrigues
Teresina
09/01/2018 22h11 - atualizado 22h13

O Partido dos Trabalhadores (PT) ingressou na segunda-feira (08) com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra os apresentadores Luciano Huck e Fausto Silva e a TV Globo por suposto crime eleitoral relacionado a abuso dos meios de comunicação e de poder econômico, informou a Veja.

A representação foi assinada pelo deputado federal Paulo Pimenta e o senador Lindbergh Farias é em decorrência das declarações dadas pelo apresentador Luciano Huck no programa Domingão do Faustão, no domingo (7). Em novembro o apresentador já havia negado que seria candidato à presidência, mas dessa vez ele confirmou que tinha a pretensão de ser candidato nas eleições desse ano.

  • Foto: Facebook/Luciano HuckLuciano HuckLuciano Huck

Ele ainda falou no programa sobre o movimento Agora!, que tem como objetivo lançar novos candidatos nessas eleições. Na representação os petistas alegam que foi cedido um espaço ao apresentador, com o objetivo de beneficiá-lo. Atualmente Huck não possui um partido.

“Durante vários minutos em que foi entrevistado e respondeu, em cadeia nacional, perguntas do apresentador Fausto Silva, da plateia e de populares nas ruas, o que se viu foi a demonização da atual política, dos políticos, dos pré-candidatos ao cargo presidencial e, de forma subliminar, a exaltação da pré-candidatura de Luciano Huck, como sendo algo de novo capaz de mudar a realidade vigente e trazer a ‘felicidade’ esperada pelo sofrido povo brasileiro”, destacou os petistas na ação.

Mais conteúdo sobre: