Piauí

Região do Grande Dirceu está há 22 dias sem homicídios, aponta PM

O major Wilton Sousa, comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar, informou que há mais de três anos não há ocorrências de roubos a instituições bancárias nos bairros onde atua o batalhão.

Brunno Suênio
Teresina
Thais Guimarães
Teresina
Jeyson Moraes
Teresina
04/09/2020 17h47 - atualizado 20h47

A região do Grande Dirceu, zona sudeste de Teresina, está há exatos 22 dias sem registrar homicídios, de acordo com a Polícia Militar do Piauí. O GP1 entrevistou o comandante do 8º Batalhão da PM-PI, major Wilton Sousa, responsável pelo policiamento ostensivo na área. Ele também informou que há mais de três anos não há ocorrências de roubos a instituições bancárias nos bairros onde atua o batalhão.

De acordo com o major Wilton, desde o último dia 12 de agosto não há registro de homicídio na área do 8º batalhão. O oficial explica que isso se deve ao fato de ter se intensificado o policiamento ostensivo, com a utilização de mais viaturas e policiais.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Major WiltonMajor Wilton

“Eu acredito que, pelo apoio que o Comando Geral tem nos dado, aumentamos o número de viaturas na região e o nosso policiamento ostensivo está mais frequente. E assim, eu acredito que o empenho que os policiais do oitavo batalhão estão desenvolvendo tem contribuído bastante para o não registro de homicídios aqui na área do Grande Dirceu”, afirmou major Wilton.

Roubos a instituições financeiras

O major Wilton Sousa está à frente do comando do 8º BPM há 3 anos, 6 meses e 26 dias, administrando a área do Grande Dirceu, que tem aproximadamente 209 mil habitantes. Desde que o oficial assumiu o batalhão, não há registros de roubos a instituição financeira.

“Graças a Deus e ao policiamento ostensivo que nós realizamos, até hoje não houve nenhum incidente em instituições bancárias, então para nós do oitavo batalhão é uma satisfação muito grande, porque a gente observa em outras áreas alguns estouros em agências bancárias, caixas eletrônicos e aqui, talvez pela eficiência nossa, pelo policiamento ostensivo que é colocado durante a madrugada principalmente, a gente tem evitado este tipo de ocorrência”, disse o oficial.

O comandante informou que cerca de 130 policiais estão lotados no 8º BPM, que conta com oito viaturas. “Hoje nós temos em torno de 130 policiais militares no oitavo batalhão e colocamos em média oito viaturas na região do Grande Dirceu. Dessas oito viaturas, duas são de Força Tática, cinco de policiamento ostensivo geral e uma viatura do trânsito. Também colocamos o policiamento ostensivo a pé, então, através dessas modalidades de policiamento ostensivo motorizado, a pé e os da Força Tática, dos motoqueiros, nós estamos fazendo a segurança de mais de 200 mil habitantes da região do Grande Dirceu”, enfatizou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Major WiltonMajor Wilton

Impunidade

Para o major Wilton, hoje a sociedade sente dificuldades em acreditar na eficácia de uma ação policial, visto que, em grande parte das ações que culminam em prisão, o acusado não fica detido, retornando para as ruas e assim podendo cometer mais crimes.

“Falar em segurança pública hoje, a gente sabe que é uma engrenagem. Hoje o grande gargalo para nós, que trabalhamos com segurança pública, é a questão da condução do preso para a delegacia e a gente ver que as medidas não são tomadas. Eu acredito que hoje o grande gargalo da sociedade são as leis que não punem os infratores e eles voltam para as ruas mais cedo. Muitas vezes a gente prende o mesmo infrator duas, três, quatro, cinco vezes por mês, até por semana. Aí tem aquela frase, enxugando gelo, essa é minha opinião sobre essas ocorrências”, declarou.

Denúncias

Para qualquer ocorrência, o cidadão da zona sudeste poderá entrar em contato com o 8º Batalhão através de dois números de telefone: CPU (86) 9 8875-5687 e Fixo 3235-5337.