Política

Rejane diz que votou contra Previdência para defender trabalhadores

Dos dez deputados do Piauí, apenas Rejane Dias e Assis Carvalho votaram contra a reforma da Previdência. O texto-base da reforma foi aprovado com 379 votos favoráveis.

Andressa Martins
Teresina
11/07/2019 09h47

Após votar contra a Reforma da Previdência na última quarta-feira (10), a deputada Rejane Dias (PT) fez uma publicação nas redes sociais dizendo que seu voto teve como objetivo defender o trabalhador. O texto-base da reforma foi aprovado com 379 votos favoráveis.

A deputada justificou seu voto contrário à reforma pelas professoras, policiais e pessoas com deficiência. “Em nome das professoras, das mulheres, das meninas que começaram cedo nas lavouras, das mães que perderam cedo seus maridos. Em nome dos filhos dessas mães! Em nome dos policiais, dos agentes de segurança. Em nome dos trabalhadores, a quem sempre sobra uma conta que não fecha no fim do mês. Em nome dos idosos, dos jovens e das pessoas com deficiência”, escreveu a deputada.

Rejane disse ainda que votou com o coração e com consciência e avaliou que “o Brasil precisa de uma reforma previdenciária, sim, mas que traga no seu bojo um senso de responsabilidade com as pessoas”.

No Piauí além de Rejane, apenas o deputado Assis Carvalho (PT) votou contra a reforma. Os deputados Flávio Nogueira (PDT), Átila Lira (PSB), Iracema Portella (PP), Júlio César (PSD), Marcos Aurélio Sampaio (MDB), Margarete Coelho (PP), Marina Santos (SD) e Paes Landim (PTB) votaram a favor.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Veja quais deputados do Piauí votaram a favor da reforma da Previdência

Câmara Federal aprova reforma da Previdência em 1º turno

Senadores articulam PEC dos Estados após reforma da Previdência

Mais conteúdo sobre: