Coronavírus no Piauí

Respiradores confiscados em SP chegam ao Piauí e vão para três hospitais

De acordo com o Governo do Piauí, os aparelhos fazem parte de um lote de 81 equipamentos adquiridos que estavam retidos. O restante do lote deve ser entregue nos próximos dias.

Davi Fernandes
Teresina
27/05/2020 16h57 - atualizado 18h32

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), recebeu, nesta quarta-feira (27), os 20 respiradores mecânicos comprados pelo Estado e que haviam sido confiscados pelo Ministério da Saúde. O material será utilizado no combate a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com o Governo do Piauí, os aparelhos fazem parte de um lote de 81 equipamentos adquiridos que estavam retidos. O restante do lote deve ser entregue nos próximos dias já garantidos também por decisão judicial. "Recebemos hoje os 20 respiradores mecânicos dos 81 compostos pelo Estado e que foram confiscados pelo Ministério da Saúde. Enviamos um avião para buscadores em São Paulo, após o cumprimento do mandato de busca e apreensão e decisão do STF, favorável ao Piauí", disse o governador Wellington Dias (PT).

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, pontuou que dos vinte respiradores, onze serão destinados à ampliação da UTI do Hospital Natan Portela; cinco serão colocados no Hospital de Campanha do Ginásio Verdão e quatro para o Hospital Getúlio Vargas (HGV).

A posse dos aparelhos ocorreu por meio de mandado de busca e apreensão determinada pelo juiz Márcio Braga Magalhães, da 2ª Vara Federal do Piauí, realizado em São Paulo, onde os equipamentos foram localizados. O governo enviou um avião para o resgate imediato dos respiradores.

O mandado da Justiça determinou que o Ministério da Saúde devolvesse os respiradores ao Piauí, que foram retidos a pedido do Governo Federal para distribuição em todo o país. A compra dos aparelhos foi feita antes da pandemia do novo coronavírus e o Governo Estadual foi surpreendido com o confisco pela pasta ministerial.

Florentino Neto acredita que, com a chegada dos equipamentos, o sistema de saúde terá uma situação “mais confortável”. “Além de toda essa iniciativa, nós estamos em tratativas para trazer mais respiradores da Turquia em uma contratação feita pelo Estado”, diz o gestor.

Na sexta-feira (29), mais 100 respiradores devem chegar ao estado vindos da Turquia. Essa compra foi feita pelo Consórcio Nordeste.