Política

Ronaldo Nogueira pede demissão do Ministério do Trabalho

O ministro foi duramente criticado ao mudar as regras sobre trabalho escravo no Brasil.

Andressa Martins
Teresina
27/12/2017 19h04 - atualizado 19h06

Nesta quarta-feira (27) o ministro Ronaldo Nogueira, do Trabalho, pediu demissão do cargo. Durante a gestão do ministro, o Brasil teve um aumento no número de empregos formais após anos de queda. Nogueira ficou conhecido também após receber críticas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) por alterar as regras de fiscalização do trabalho escravo no país.

  • Foto: Renato Costa /Framephoto/Estadão ConteúdoMinistro Ronaldo NogueiraMinistro Ronaldo Nogueira

Antes de comandar a pasta, Ronaldo Nogueira (PTB-RS) estava em seu segundo mandato como deputado federal. A carreira política do ministro começou em 1992, quando se filiou ao PTB no Rio Grande do Sul.

O nome de Ronaldo Nogueira foi uma indicação de Roberto Jefferson (RJ), presidente do partido e por Jovair Arantes (GO), líder da bancada pela Câmara. O ex-ministro é pastor da Assembleia de Deus e faz parte da bancada evangélica de Brasília.