Piauí

Sádia Castro defende avanço nas políticas ambientais do Piauí

A indicação de Sádia Castro aconteceu em meio a muita polêmica. O PP havia indicado o ex-deputado federal Mainha (PP) para a Secretaria do Meio Ambiente (Semar).

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina
07/05/2019 18h11 - atualizado 18h11

O governador Wellington Dias (PT) se reunião na manhã dessa terça-feira (7) com os novos secretários estaduais e com os demais membros da sua administração para tratar sobre as ações do seu governo. Na ocasião, a nova secretária de Meio Ambiente, Sádia Castro disse que pretende avançar nas políticas ambientais e que quer investir na educação ambiental.

A indicação de Sádia Castro aconteceu em meio a muita polêmica. O PP havia indicado o ex-deputado federal Mainha (PP) para a Secretaria do Meio Ambiente (Semar), mas o nome foi vetado pelo governador Wellington Dias que queria um nome mais técnico. Foi quando a deputada Margarete Coelho (PP) indicou a irmã Sádia Castro, que possui doutorado em Educação Ambiental, mas não é filiada ao Progressistas. A escolha desagradou Ciro Nogueira (PP) e Júlio Arcoverde (PP), que chegaram a soltar farpas contra governador, afirmando que ele que Wellington está devendo cargos a legenda.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Secretária Sádia CastroSecretária Sádia Castro

Sádia Castro explicou que na sua gestão pretende “avançar nas políticas ambientais do Piauí e a gente tem algumas ações que são mais urgentes, como agilizar os processos dentro da própria secretaria, informatizar e modernizar. Precisamos dar atenção aos nossos dois núcleos que temos em Teresina, como o Centro de Educação Ambiental e o Zoobotânico, que é a partir daí que vamos trabalhar a educação ambiental que é importantíssima, assim como rever os processos das nossas unidades de conservação, criar os planos de manejo, em fim, temos outras coisas a fazer, mas o dever de casa é isso daí”.

Sádia Castro disse que visitou a secretaria nesta terça-feira e já definiu qual será a sua primeira ação. “Estive na secretaria hoje e dei um olhar panorâmico, mas uma coisa que sei que precisamos fazer é a descrição das funções, cada função tem que ter sua descrição, isso é importantíssimo”, explicou.

A nova secretária possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal do Piauí, mestrado em Educação e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará, com foco em Educação Ambiental.