Piauí

Sebrae no Piauí abre inscrições para Edital de Economia Criativa

Por meio desse edital, instituição disponibilizará R$ 400 mil para apoio financeiro a projetos inovadores.

07/07/2020 07h22

Iniciam nesta quarta-feira (08) e seguem até o dia 20 de julho as inscrições para o Edital de Economia Criativa, uma ação do Projeto Regional Nordeste da Cadeia de Valor da Economia Criativa, executado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí. Podem se inscrever pessoas jurídicas constituídas no Estado do Piauí: Microempreendedores Individuais, MEI; microempresas e empresas de pequeno porte.

O objetivo do edital é incentivar os empreendedores criativos a transformar suas ideias em negócios, por meio da concessão de recursos de subvenção financeira para o desenvolvimento de projetos inovadores. O edital completo está disponível no Portal do Sebrae no Piauí, no endereço eletrônico https://bit.ly/editalECONOMIAcriativaPI.

“A economia criativa envolve todas as atividades econômicas que têm como matéria prima a criatividade e a habilidade das pessoas que oferecem determinados produtos e serviços. É uma área que tem como base a arte e a cultura. Nós do Sebrae, acreditamos no potencial da economia criativa para a geração de emprego e renda, especialmente num momento em que muita coisa precisa ser reinventada. Por isso, resolvemos lançar esse edital, que deve contribuir para o surgimento de negócios inovadores, competitivos e sustentáveis no mercado”, pontua o diretor técnico do Sebrae no Piauí, Delano Rocha.

Ao todo serão disponibilizados até R$ 400 mil para projetos nos seguintes setores culturais/criativos: Arquitetura e Urbanismo, Design, Moda, Gastronomia, Artesanato, Música, Artes Cênicas, Editorial, Audiovisual e Games. Cada projeto poderá receber de R$ 15 mil a R$ 30 mil, dependendo da área de inscrição.

Os projetos

O processo de seleção das propostas será realizado em duas etapas: Habilitação Jurídica e Avaliação da Proposta de Projeto.

No setor de Arquitetura e Urbanismo podem ser inscritos projetos de edificações, paisagens e ambientes, planejamento e conservação. Em Design, as propostas devem contemplar design de interiores, de joias, brinquedos, gráficos, multimídia ou móveis.

No segmento da Moda os recursos são para produção de moda autoral, como desenho de roupas, calçados e acessórios. Em Gastronomia, devem concorrer projetos inovadores, que tenham como foco a valorização, de forma criativa, da gastronomia piauiense.

No Artesanato, o objetivo é promover a elaboração ou aprimoramento de peças decorativas e/ou utilitárias. No setor da Música, devem disputar propostas de gravação, edição e mixagem de som, criação e interpretação musical, produção de videoclipes e shows musicais.

Atuação, produção e direção de espetáculos teatrais, circo e dança deve compor projetos de Artes Cênicas. Em Editorial, concorrerão propostas de edição de livros, jornais, guias, anuários, revistas e conteúdo digital.

No segmento de Audiovisual, devem ser inscritos projetos de filmes, documentários, desenvolvimento de conteúdo, distribuição, programação e transmissão para cinema e TV. E em Games, propostas de desenvolvimento de jogos eletrônicos.

Mais conteúdo sobre: