Batalha - PI

Secretaria da Agricultura registrará lotes para agricultores em Batalha

O projeto visa realizar a divisão dos lotes nas unidades produtivas beneficiárias com projetos do Crédito Fundiário no Piauí.

22/11/2020 13h11

A Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), executora do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), realizou na última sexta-feira (20), no Assentamento Terra Ativa, município de Batalha, uma reunião para apresentação do Projeto Regularização Fundiária do Semiárido (Refusa).

O projeto visa realizar a divisão dos lotes nas unidades produtivas beneficiárias com projetos do Crédito Fundiário no Piauí, e está sendo executado em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (Fadex), além do apoio dos sindicatos dos trabalhadores locais e Emater.

  • Foto: Divulgação/AscomSAF registrará lotes para agricultores rurais em BatalhaSAF registrará lotes para agricultores rurais em Batalha

A secretária de Estado da Agricultura Familiar, Patrícia Vasconcelos, participou da visita e falou da importância das parcerias com o IFPI e MAPA e dos benefícios para as famílias que irão receber o projeto: “Através desse projeto as famílias irão receber as peças técnicas no ponto para que elas possam fazer o registro de imóvel no cartório e colocar em seu próprio nome, proporcionando assim mais alternativas de créditos para as famílias beneficiadas. Além disso, o projeto também trata da questão ambiental e social do assentamento”, concluiu a gestora.

Para Francisco Antônio, morador do assentamento, esse é um sonho para as famílias. “Desde o início a gente vem tentando fazer isso, mas a partir de agora ficamos na expectativa para a divisão, pois com os lotes em nossos nomes, podemos deixar de herança para nossos filhos e também saber que o que estamos produzindo é nosso. Só temos a agradecer”, afirmou.

De acordo com a diretora do Crédito Fundiário da SAF, Sheila Reis, as 17 famílias beneficiadas em breve terão acesso às peças técnicas. “Elas irão receber as peças georeferenciadas e certificadas, a planta topográfica e o memorial descritivo do lote produtivo individual. Além desta ação o projeto também visa realizar um diagnóstico dos recursos hídricos existentes na unidade produtiva”, ressaltou a diretora.

Participaram do encontro a secretária Patrícia Vasconcelos, a diretora Estadual de Crédito Fundiário Sheila Reis, o professor do IFPI Israel de Oliveira Costa, o prefeito recém-eleito Zé Luiz, o vice-prefeito recém-eleito Adão de Araújo e os representantes do STTR de Batalha, Micilene Cruz e Antônio Carlos.

Unidade de produção de biscoitos

Na ocasião também foi realizada uma visita na Unidade de Produção de Biscoito e Bolos do Grupo Mulheres Ativas, adquirida por meio do Programa de Geração de Emprego e Renda (PROGERE II), executado pela SAF. A produção de biscoito será vendida no comércio local e também para o PAA-Covid, que faz parte do plano emergencial do governo do estado para amenizar os efeitos da covid-19.