Teresina - PI

Secretaria de Meio Ambiente inicia Operação Queimadas em Teresina

A operação visa enfrentar os efeitos negativos das queimadas nos ecossistemas piauienses.

Camilla Menezes
Teresina
07/10/2020 08h56 - atualizado 12h53

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) deu início nesta terça-feira (06) à Operação Queimadas, com apresentação de planos em reunião que aconteceu às 18h30, no Centro de Educação Ambiental (CEA), localizado na avenida Raul Lopes, em Teresina.

A operação visa enfrentar os efeitos negativos das queimadas nos ecossistemas piauienses, e consiste em unir esforços com entidades de diversas competências para colocar em prática estratégias conjuntas. A operação tem ainda como plano o estabelecimento de uma ação estratégica cooperada e integrada de prevenção, controle e combate de queimadas no estado do Piauí, e de aptidão dos municípios para conhecimento de medidas preventivas e combativas eficientes.

  • Foto: Divulgação/SemarOperação Queimadas da SemarOperação Queimadas da Semar

A Semar realizará acordos de cooperação técnica com os municípios das regiões mais atingidas pelas queimadas, que incluirá a capacitação e composição de brigadas, e ações de fiscalização ambiental. Esses acordos envolverão inicialmente os municípios de Floriano, Jerumenha, Landri Sales, Porto Alegre, Guadalupe, Antônio Almeida, Sebastião Leal, Bertolínia, Canavieira, São Miguel do Tapuio, Pimenteiras, Curimatá, Buriti dos Montes, Domingos Morão, São João do Piauí, João Costa, Redenção do Gurguéia, São Raimundo Nonato e Tamboril do Piauí.

Estes municípios se encontram em uma maior zona de risco e terão suas próprias brigadas em uma capacitação realizada pela Semar. A formação dos brigadistas envolverá duas etapas de seleção. A primeira será de testes físicos e de uso de ferramentas usadas em combate, e a segunda será o curso de formação de 40h.

No evento, houve também a discussão da preservação das Unidades de Conservação, como a Estação Ecológica Serra Branca, em São Raimundo Nonato, que se encontra em áreas de risco de queimadas.

A reunião seguiu as recomendações de prevenção da covid-19 (novo coronavírus) e contou com a presença de alguns órgãos e entidades, como a Associação Piauiense de Prefeitos Municipais (APPM), o Ministério Público Estadual (MPE), a Federação dos trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiar do Piauí (FETAG-PI), a Polícia Militar Ambiental, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Rodoviária Federal, a Pastoral da Terra e o Ibama.

Mais conteúdo sobre: