Piauí

Seduc renova parceria com Apae

O convênio assegura às entidades professores, merenda escolar e parte de material didático a ser utilizado pelos alunos atendidos por essas entidades.


CCom
17/06/2010 13h44 - atualizado 13h44
A oferta de atendimento educacional especializado consolida o compromisso do Governo do Piauí com a educação especial. Através dessa parceria serão atendidos cerca de 4.355 estudantes, em 35 municípios onde funcionam a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Sociedade de Apoio ao Deficiente Físico (Soadf), Associação de Cegos do Piauí (Acep), Associação de Pais e Amigos de Autistas (AMA), Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos (Apada) e Sociedade Pestalozzi.
O convênio assegura às entidades professores, merenda escolar e parte de material didático a ser utilizado pelos alunos atendidos por essas entidades. “A parceria contempla a cessão de 482 professores, além da gratificação do diretor dessas instituições”, acrescenta a gerente de Educação Especial da Seduc, professora Marta Freitas.
Além dessa parceria, a Secretaria Estadual da Educação vem trabalhando para realizar uma inclusão responsável dos alunos com necessidades educacionais especiais. “O Governo do Estado, através da Seduc, está implantando salas de recursos, garantindo acessibilidade com banheiros adaptados e rampas, investindo na formação de professores e gestores, colocando nas escolas professores devidamente capacitados para fazer o atendimento educacional especializado nas salas de recurso. Tudo isso tem o objetivo de oferecer condições de acesso, permanência e êxito escolar para os nossos alunos”, destaca.
De 2003 a 2009, foram implantadas 70 salas de recursos multifuncionais, 668 rampas e 286 banheiros especiais nas unidades escolares do Estado. Além disso, 3.897 professores foram habilitados para atuar nas salas de recursos atendendo os alunos com necessidades educacionais especiais.