Teresina - PI

Segundo corpo encontrado amarrado em Teresina é identificado

De acordo com o delegado Robert Lavor, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o corpo foi identificado por meio das digitais no Instituto Médico Legal (IML).

Andressa Martins
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
10/04/2019 10h58 - atualizado 12h04

A Polícia Civil do Piauí identificou o segundo corpo encontrado amarrado no bairro Santa Rosa, na região da Santa Maria da Codipi, na terça-feira (2). A vítima foi identificada como Édio Ferreira de Sousa, tinha 39 anos e era conhecido popularmente como Zagueiro.

De acordo com o delegado Robert Lavor, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o corpo foi identificado por meio das digitais no Instituto Médico Legal (IML). Édio Ferreira foi encontrado amarrado em um matagal juntamente com outra vítima, identificada como Alisson.

“Em ambos os casos foi feito o exame necropapiloscópio, por meio das impressões digitais os peritos conseguem confirmar taxativamente que se tratam daquelas vítimas”, disse o delegado Lavor.

  • Foto: Helio Alef/GP1Robert LavorRobert Lavor

Investigação

O delegado disse ainda que a polícia vai traçar o perfil de ambos e ver o que as vítimas tem em comum para então conseguir chegar aos culpados. A polícia vai tentar refazer os passos das vítimas até a madrugada do crime.

“Vamos tentar encontrar pontos convergentes dos dois. Se eles se conheciam, se estiveram no mesmo lugar na madrugada que aconteceu, que é o que tudo indica que foi em uma madrugada na semana retrasada e entender o que essa vítima tinha em comum com a outra. A partir daí entender o que teria motivado um crime tão bárbaro como esse”, continuou Lavor.

Segundo relatos do delegado, na região de mata fechada é comum corpos de outra região serem desovados no local. Nesse caso em específico, foi diferente. A vítima morava no arque Wall Ferraz e foi desovado no matagal.

  • Foto: Helio Alef/GP1Agente do DHPPAgente do DHPP

“A gente já tem até naquela área o encontro de cadáveres de indivíduo que é tirado de uma área e é encontrado lá. Nesse caso não, é diferente. Ele foi desovado próximo à casa dele”, continuou Lavor sobre Édio.

Vítimas

Tanto Édio como Alisson tinham passagem pela polícia. Édio possuía um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por ameaça e passagem por furto. Alisson respondia por violência doméstica e furto na região.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DHPP identifica corpo encontrado amarrado na zona norte de Teresina

Dois corpos são encontrados amarrados na zona norte de Teresina

Mais conteúdo sobre: