Piauí

Semar e CPRM discutem cadastramento de poços no Vale do Guaribas

Palestra foi realizada no auditório da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) - Serviço Geológico do Brasil, em Teresina. 

15/04/2019 19h33 - atualizado 19h33

Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) participaram, nesta segunda-feira (15), de palestra do Projeto Guaribas - Cadastramento de Poços Tubulares no Vale do Rio Guaribas, realizado no auditório da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) - Serviço Geológico do Brasil, em Teresina.

“O Projeto Guaribas entra em discussão considerando que há estudos que indicam rebaixamento do aquífero em cerca de 1 metro por ano na região. Por isso, cadastrar os poços é fundamental para concessão de outorgas e definição dos usos, evitando problemas futuros. A meta é cadastrar, até o mês de dezembro, oito mil usuários de água subterrânea na região”, informa Marcos Felinto, diretor de Recursos Hídricos da Semar.

  • Foto: Divulgação/AscomTécnicos alinham ideias para o trabalho de cadastramento de poçosTécnicos alinham ideias para o trabalho de cadastramento de poços

O convênio está orçado em R$ 2.109.454,96, sendo a Semar concedente do recurso na ordem de R$ 1.035.175,00 e a CPRM com contrapartida estimada em R$1.074.279,90. Os recursos serão destinados ao custeio do trabalho realizado. A área abrangida pelo projeto é de 8.400 km² em 18 municípios da região do Vale do Rio Guaribas. Após a avaliação dos resultados do projeto, o Banco Mundial, dentro do acordo de empréstimo firmado com o Governo do Piauí, fará desembolso de cerca de US$ 1 milhão.

“O cadastramento de usuários de recursos hídricos tem o objetivo de potencializar a regularização deste uso por meio da difusão de informação aos usuários e envolvimento deles no comprometimento do uso adequado da água e sua regularização. Nós já realizamos campanha de cadastramento em Picos e Pio IX e em maio damos prosseguimento a este trabalho”, finaliza Marcos Felinto.