Piauí

Semar inicia operação para reduzir incêndios florestais no Piauí

Segundo dados do Instituto de Nacional de Pesquisa Espaciais –INPE, de janeiro a outubro deste ano foram registrados 24.147 focos de incêndios no Piauí.

Fábio Wellington
Teresina
07/10/2020 20h01

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente – Semar divulgou nesta quarta-feira (07), que uma grande operação está sendo montada com o intuito de reduzir o número de queimadas e incêndios florestais em todo o estado do Piauí. Segundo dados do Instituto de Nacional de Pesquisa Espaciais –INPE, de janeiro a outubro deste ano foram registrados 24.147 focos de incêndios no Piauí. Desses, 4.528 foram só nos primeiros sete dias de outubro.

Em entrevista ao GP1, a secretária de Meio Ambiente, Sádia Castro, contou que foi criando um plano onde está previsto ações de fiscalizações, de educação ambiental, recuperação de áreas degradadas e de incentivo para que as prefeituras dos municípios criem brigadas para combater os incêndios que assolam principalmente o interior do estado.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Sádia CastroSádia Castro

“Nossos auditores fiscais estarão percorrendo as cidades piauienses e conversando com os prefeitos, pecuaristas, agricultores, apicultores. Além disso, vamos distribuir cartilhas informativas, ministrar oficinas não regiões onde apresentam um maior número de focos. O trabalho de educação ambiental será ajustado para cada público”, explicou Sádia Castro.

A gestora ressaltou que a criação das brigadas são essenciais no combate a incêndios florestais em cidades pequenas que não tem sede do Corpo de Bombeiros, e ficam bem distante de Teresina, Picos, Floriano, Piripiri e Parnaíba, municípios agraciados com a presença dos bombeiros militares.

“Temos brigadistas preparados para treinar e organizar as brigadas nas cidades onde os prefeitos aderirem a ideia. Objetivo é quando o fogo tiver início ele seja rapidamente debelado, assim, evitando tragédias ambientais e até mesmo perda de vidas humanas”, finalizou a secretária.