Brasil

Sérgio Cabral é condenado a mais 15 anos de prisão

Além de Cabral, foram condenados mais 10 réus, incluindo a mulher dele, Adriana Ancelmo. 

Nayrana Meireles
Teresina
19/12/2017 12h55 - atualizado 13h47

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado nesta terça-feira (19), pela quarta vez na Operação Lava Jato. De acordo com informações doG1, desta vez ele foi condenado pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, a 15 anos de prisão no âmbito da operação Eficiência 2.

Veja setença na íntegra

  • Foto: EstadãoSérgio Cabral recebe home theater para usar na cadeia Sérgio Cabral recebe home theater para usar na cadeia

Ao todo, Cabral já foi condenado a 87 anos de prisão em quatro processos, três com Bretas, no Rio de Janeiro, e um com o juiz Sérgio Moro, no Paraná, também na Lava Jato. Além de Cabral, foram condenados mais 10 réus, incluindo a mulher dele, Adriana Ancelmo.

Foram condenados:

-Sérgio Cabral

-Adriana Ancelmo

-Wilson Carlos

-Carlos Miranda

-Luiz Carlos Bezerra

-Sérgio de Castro Oliveira

-Ary da Costa Filho

-Thiago Aragão

-Álvaro Novis

-Renato Chebar

-Marcelo Chebar

Nesta segunda-feira (18), uma dia antes da condenação, o juiz aceitou nova denúncia contra Cabral, que passa a ser réu em 17 processos. Desta vez, a denúncia envolve o pagamento de R$ 18.117.824,36 de propinas em contratos com a Fundação Departamento de Estradas e Rodagem do Rio (Funderj).

Foram denunciados:

-Sérgio Cabral: corrupção passiva

-Wilson Carlos: corrupção passiva

-Henrique Alberto Santos Ribeiro: corrupção passiva, quadrilha e pertinência a organização criminosa

-Lineu Castilho Martins: corrupção passiva, quadrilha e pertinência a organização criminosa

-Luiz Carlos Bezerra: corrupção passiva