Política

Servidores ameaçam deflagrar greve caso PEC seja votada hoje na Alepi

A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), Constantino Júnior.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
11/12/2019 13h56 - atualizado 14h02

Os ânimos continuam exaltados na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) após audiência pública para tratar sobre a PEC 03/2019 da Reforma da Previdência nesta quarta-feira (11). Servidores de diversas categorias ameaçam deflagrar greve na próxima quinta (12).

A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), Constantino Júnior. “O indicativo é de greve porque há uma revolta muito grande dos servidores públicos”, declarou.

  • Foto: Alef Leão/GP1Manifestantes na AlepiManifestantes na Alepi

“Nós inclusive vamos judicializar caso eles aprovarem. Agora nosso sentimento é de que na realidade os deputados apenas cumpriram uma formalidade para dar uma satisfação que abriu para uma discussão com os servidores e absolutamente isso não aconteceu”, continuou Constantino.

Estiveram presentes na audiência a juíza Keylla Raniere Procópio, representante da Amapi; o presidente do sindicato dos Servidores de Assistência à Saúde do Piauí, Sebastião Teixeira; presidente do sindicato dos Auditores Fiscais, Caetano Mello; presidente do Sinte-Pi, Paulina Almeida; presidente do Sinpoljuspi, Vilobaldo Carvalho; presidente do Sindespi, José Pacheco e outros representantes de diversas categorias.

Poderá ser votada hoje

Após a audiência pública os deputados se reuniram na Presidência da Casa para deliberar sobre as 18 emendas propostas para a matéria. Em seguida, ainda nesta tarde, a matéria deverá ser votada em plenário.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Servidores estaduais podem deflagrar greve nesta quarta no Piauí

Governo do Piauí não é obrigado a fazer reforma, diz presidente de sindicato

Audiência pública na Alepi vai debater a reforma da Previdência

Mais conteúdo sobre: