Campinas do Piauí - PI

Servidores reclamam de atraso salarial em Campinas do Piauí

O 13º salário dos funcionários ainda não foi pago e os salários referentes ao mês de dezembro também não.

Liane Cardoso
Teresina
24/12/2019 17h02 - atualizado 17h19

Os servidores da educação do município de Campinas do Piauí reclamam da falta de assistência. O 13º salário dos funcionários do setor ainda não foi pago, os salários referentes ao mês de dezembro também não foram depositados, além disso os trabalhadores reivindicam pelo retroativo de 2018.

“Nós estamos sofrendo com muitas demandas, o retroativo de 2018 por exemplo, nunca foi concedido, tivemos então que colocar na justiça, pois nós não recebemos o aumento do piso salarial”, relatou um servidor que não quis se identificar.

O colaborador contou que a prefeitura não apresentou justificativa para o descaso. “Não recebemos nenhuma satisfação sobre o pagamento do salário do mês de dezembro e não pagaram a primeira parcela do 13º salário”, informou.

Em 2017 os servidores realizaram uma mobilização, em virtude de uma situação semelhante que aconteceu no município, quando os gestores se negaram a pagar o piso salarial solicitado. Dessa vez, os funcionários estão dispostos a realizar outra ação, caso o 13º não seja liberado ou não haja nenhuma justificativa determinando a previsão do pagamento de tudo que está em atraso.

“Enviamos um ofício para a prefeitura do município no dia 18 de dezembro, contudo até o momento não obtivemos nenhuma resposta. No documento solicitamos a justificativa do atraso salarial e do décimo terceiro”, destacou o contratado.

Outro lado

O GP1 tentou entrar em contato com o prefeito da cidade, Valdinei Macêdo, conhecido como Neim, porém ele não foi localizado.