Teresina - PI

Suspeito preso pelo Greco tentou matar gerente de banco em Caxias

"O gerente reagiu ao ser abordado no interior da sua residência. Ele tentou tomar a arma dos bandidos, foi atingido e começou a gritar muito", afirmou o delegado Tales Gomes.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
30/01/2020 13h08 - atualizado 10/03/2020 09h02

Greco prende acusados de sequestrar gerente de banco

O delegado Tales Gomes, coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), realizou uma entrevista coletiva nesta quinta-feira (30) para tratar sobre prisão de dois homens acusados de sequestrar um gerente do Banco Bradesco, em Teresina.

Foram presos J. C. P. B, de 51 anos, e C. R. de S. D, de 28 anos. Os dois possuem várias passagens pela polícia, inclusive, o último responde processo por homicídios. “O de 51 anos saiu de Pedrinhas em outubro do ano passado, já responde a procedimentos dessa mesma natureza em Goiás, e o outro sujeito é um rapaz de Teresina, de 28 anos, com extensa ficha criminal, inclusive três homicídios”, revelou Tales Gomes.

Em Teresina, a dupla é acusada de crime de extorsão mediante sequestro, na modalidade conhecida como “sapatinho”. Em 17 de dezembro de 2019 eles renderam o gerente do Banco Bradesco em um supermercado na zona sudeste de Teresina. A vítima foi levada para casa e teve a família feita de refém.

“As investigações começaram no final de ano passado com uma tentativa de sapatinho no bairro Dirceu. Um gerente do Bradesco, foi rendido em um supermercado, levado para sua residência e após dialogar muito com os bandidos, indicou que não teria acesso ao cofre da agência, mas os bandidos apesar de recuarem nessa questão do banco, levaram vários objetos de valor da casa do gerente e levaram o carro da família”, explicou Tales.

A Polícia Civil do Piauí identificou que o mesmo grupo é responsável por uma tentativa de sapatinho ao gerente do Banco do Brasil de Caxias, no Maranhão, no dia 7 de janeiro deste ano. “As nossas investigações avançaram e teve uma tentativa de sapatinho em Caxias no dia 7 desse mês. O gerente reagiu ao ser abordado no interior da sua residência. Ele tentou tomar a arma dos bandidos, foi atingido e começou a gritar muito. Os vizinhos saíram para a rua e os bandidos fugiram. Com as investigações e a parceria com as delegacias de Caxias e de Timon, conseguimos chegar a duas pessoas presas”, disse o delegado.

Foram então expedidos dois mandados de prisões e de busca, onde foram apreendidas maconha, balança de precisão e munições calibre 38. Os investigados vão responder pelo crime de extorsão mediante sequestro.

“Vamos fazer um relatório e mandar a ordem dos autos para Caxias para ser expedida a ordem de prisão em Caxias. Foi uma investigação criteriosa realizada pelo delegado Daniel Pires junto com a delegacia regional de Timon”, destacou Tales Gomes.

NOTÍCIA RELACIONADA

Greco prende acusados de sequestrar gerente de banco em Teresina

Mais conteúdo sobre: