Gilbués - PI

TCE desbloqueia as contas da Prefeitura Municipal de Gilbués

A decisão do conselheiro Delano Carneiro foi dada no dia 25 de julho.

Bárbara Rodrigues
Teresina
29/06/2020 20h40 - atualizado 20h42

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), por meio do conselheiro Delano Carneiro, em decisão do dia 25 de junho, determinou o desbloqueio das contas da Prefeitura Municipal de Gilbués.

A decisão monocrática acontece após o atual prefeito Paulo Henrique Nogueira Mascarenhas, mais conhecido como Maninho, ingressar com representação contra o prefeito afastado Leonardo de Morais Matos, solicitando o bloqueio das contas do município de Gilbués. Maninho assumiu a prefeitura no dia 16 de junho deste ano.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de Contas do EstadoTribunal de Contas do Estado

O prefeito informou que chegou ao seu conhecimento que o ex-prefeito vem ordenando pagamento de legalidade duvidosa e fazendo transferência, adimplindo contas a vencer e praticando atos que podem trazer transtornos econômicos para a futura gestão.

O TCE realizou o bloqueio das contas até que fosse realizada a devida transferência da gestão de Paulo Henrique Nogueira Mascarenhas, cessando qualquer movimentação executada por Leonardo Matos.

Agora, o conselheiro Delano Carneiro determinou o desbloqueio dos recursos para que a atual gestão não seja prejudicada e ainda manteve a determinação “ao ex-gestor e ao atual gestor, bem como aos seus representantes, para que apresentem relatório mensal de acompanhamento dos atos praticados na prefeitura até o quinto dia útil de cada mês, bem como a situação processual no poder judiciário”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Léo Matos é afastado do cargo e vice assumirá Prefeitura de Gilbués

Desembargador suspende decisão e Léo Matos reassume Prefeitura de Gilbués

Tribunal de Justiça mantém cassação do prefeito Léo Matos