Coronavírus no Piauí

TCE-PI retorna ao expediente presencial no dia 13 de julho

Segundo a portaria, servidores e membros pertencentes ao grupo de risco em decorrência da covid-19, continuarão obrigatoriamente em regime de teletrabalho.

Bárbara Rodrigues
Teresina
02/07/2020 11h12 - atualizado 11h12

O conselheiro Abelardo Pio Vilanova, do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), publicou portaria de nº 276/2020, determinando o retorno gradual do expediente presencial a partir de 13 de julho, com até 30% da capacidade de cada setor.

Segundo a portaria, servidores e membros pertencentes ao grupo de risco em decorrência da covid-19, continuarão obrigatoriamente em regime de teletrabalho. Os servidores que exercem atividades incompatíveis com teletrabalho ou tenham baixa produção no teletrabalho, retornarão obrigatoriamente ao expediente presencial.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Abelardo Pio Vilanova, Presidente do TCEAbelardo Pio Vilanova, Presidente do TCE

Os servidores que estejam produzindo adequadamente em teletrabalho deverão continuar preferencialmente neste regime. O retorno dos servidores deverá ser efetivado em rodízio de tarefas.

“O retorno ao regime presencial seguirá os protocolos de segurança estabelecidos pela Comissão de Preparação para o Retorno das Atividades Presenciais”, afirmou o conselheiro Abelardo Pio Vilanova.

O atendimento aos jurisdicionados e público externo continuará sendo feito integralmente de forma remota via e-mail ou telefone. O protocolo continuará funcionando integralmente de forma eletrônica.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Covid-19: 91% dos óbitos no Piauí são de pessoas com comorbidades

Médico Francisco Xavier diagnosticado com covid-19 morre de infarto

Covid-19: Oxford diz que vacina tem obtido o tipo certo de resposta imune